Prefeito de Paulino está perto de ser cassado e município terá novas eleições

O prefeito do município de Paulino Neves, Raimundinho Lídio, teve dois votos a favor da cassação do seu mandato no processo que julga a impugnação do registro da sua candidatura nas eleições municipais de 2020.

As ações de Impugnação de Registro de Candidatura consideram que na época da sua candidatura Raimundinho estava inelegível, por conta de processo administrativo disciplinar, onde verificou-se a concessão irregular de benefícios de natureza previdenciária enquanto Raimundinho atuava como Analista do Seguro Social na Agência do INSS em Tutóia. Por consequência do ocorrido, foi demitido do cargo, o que o enquadrava como ficha suja. A justiça também considerou o fato de o candidato não ter apresentado toda a documentação necessária à aprovação do pedido.

O processo está sendo julgado pelo Colegiado do Tribunal Superior Eleitoral e tem como relator o Ministro Alexandre de Moraes. Se a intenção de voto em desfavor de Raimundinho se mantiver, ou for o entendimento da maioria, novas eleições devem ocorrer em Paulino Neves, ainda esse ano.

Durante o processo do novo gestor, o município deve ficar interinamente sob o comando do Presidente da Câmara Municipal, Izaque do Carmo, que deve disputar o cargo do executivo.

Veja: Intimação de Pauta

Deixe uma resposta