MP apura possíveis irregularidades na prestação de serviço do Hospital Municipal de Imperatriz

Após denúncias de possíveis irregularidades ou ausências de serviços podem prejudicar a prestação de serviço à saúde dos pacientes, no Hospital Municipal de Imperatriz, o Prefeito Assis Ramos é alvo de uma investigação que vai apurar e fiscalizar a oferta regular das cirurgias e demais serviços de urgência e emergência no Hospital, durante o biênio 2021/2022.

O Ministério Público considera que a saúde é direito de todos e dever do Estado reduzir o risco de doença e de outros agravos a população. A fiscalização também tem o objetivo de evitar que pacientes de Imperatriz peregrine a procura de serviço de saúde, e que as situações dos quadros de saúde se agravem em casos de necessidades de procedimentos de urgência ou emergência.

Deixe uma resposta