Preso casal que abandou criança que morreu carbonizada dentro de casa, após incêndio na Cidade Operária

O casal que abandonou uma criança de 07 anos, que morreu carbonizada após um incêndio em uma residência no bairro da Cidade Operária, em São Luís, foi preso pela Polícia Civil acusados do crime de abandono de incapaz.

De acordo com o delegado Gabriel Tersi, a Polícia Militar foi acionada durante a madrugada desta terça-feira (3) com a notícia de um incêndio em uma residência situada no bairro Cidade Operária. Ao chegar no local, observou populares tentando controlar o incêndio, momento em que foi possível visualizar que dentro do imóvel havia uma criança, já sem vida, carbonizada.

Os responsáveis pela criança e proprietários do imóvel, a mãe e o padrasto, foram conduzidos para a Delegacia de Polícia da Cidade Operária, onde informaram que ambos haviam saído da casa para uma festa de reggae. A mãe da criança informou para a polícia que teria deixado seu filho, de 7 anos, portador de deficiência mental e autismo, sob os cuidados de uma vizinha.

O padrasto da vítima, entretanto, não confirmou a versão, narrando que a criança havia ficado só em casa e que a mãe havia pedido para uma vizinha “dar uma olhada na criança”.

Deixe uma resposta