Covid-19: a ignorância está aumentando o desemprego no Maranhão

A ignorância em optar por não tomar a vacina contra a Covid-19, tem aumentando o número de desempregados no Maranhão, isso porque, pelo menos 100 pessoas já foram demitidas por se recusarem a tomar o imunizante.

Em sua maioria, foram demitidos profissionais da área da saúde, trabalhadores domésticos e comerciários. A medida segue uma determinação do Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT), que entende que a injustificada da vacina é considerada ato faltoso, passível de demissão, o desligamento só deve acontecer em último caso.

A imunização pode ser exigida pelo empregador quando há doses de vacinas disponíveis na região. Mas o trabalhador pode não tomar vacina caso apresente uma prescrição médica ou atestado, mostrando que não há condições para se imunizar, a partir disso, a empresa pode determinar outros regimes de trabalho como home office e tele trabalho.

Em último caso, se o trabalhador não se vacinar ou não apresentar justificativa, ele pode perder alguns benefícios no ato da demissão.

Deixe uma resposta