Promotoria de Humberto de Campos tem retardado o julgamento do vereador de Santo Amaro, Flávio Lisboa

A promotoria de Justiça de Humberto de Campos está retardando o julgamento do vereador eleito em Santo Amaro, Flávio Lisboa.

Flávio foi eleito quando fazia parte da chapa da vereadora, pelo PSD à Câmara Municipal de Santo Amaro do Maranhão, Célia Cunha, que não recebeu nenhum voto e possivelmente concorreu as eleições como candidata laranja, o que é proibido por lei.

Em caso semelhante o TSE mandou um recado no ano de 2019 a vereadores cassados em Valença, na Bahia, e Sombrio, no Sul de Santa Catarina: ” Uma candidatura laranja, colocada em chapa partidária apenas para cumprir a cota de gênero, contamina todo o grupo e pode levar à cassação de vereadores e deputados eleitos.”

De acordo com informações, as duas audiências que foram marcadas acabaram sendo canceladas por falta de internet no município de Humberto de Campos.

Já fazem pelo menos 05 meses que a Promotoria de Humberto de Campos tem em mãos o processo do vereador. Caso o processo siga adiante, Flávio Lisboa, eleito pelo PSD, deve perder o cargo.

Deixe uma resposta