Presos suspeitos de assassinarem mulher na reserva do Batatã

Estão presos os dois principais suspeitos de terem assassinado a jovem Ayra Cristina Machado no dia 09 de novembro de 2020, e que teve o corpo encontrado nas matas da reserva do Batatã com sinais de asfixia por esgotamento, além de outras marcas de tortura.

Os suspeitos foram presos por meio de mandado de prisão temporária, um homem no bairro do Belira e uma mulher no bairro Fonte do Bispo. Os dois são apontados como autores do crime e são lideranças de facção criminosa que opera na capital.

A motivação do crime foi a suspeita de que a vítima estivesse se envolvendo com facção criminosa rival.

Os dois suspeitos foram conduzidos para interrogatório e após as medidas cabíveis serão entregues para a custódia na Polícia Penal em São Luís.

Deixe uma resposta