Eduardo Braide, anuncia plano de testagem em massa nos principais pontos de entrada e saída da capital

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, anunciou um plano de testagem em massa nos principais pontos de entrada e saída da capital maranhense como forma de ampliar a possibilidade de identificação de novos casos da variante indiana da Covid-19.

O novo esforço de testagem começa após a entrega, pelo Ministério da Saúde, de 600 mil novos testes rápidos para coronavírus.

“A testagem vai acontecer nos pontos de saída da cidade: portos, aeroportos, ferrovias, rodovias. Mas, também, nos nossos centros de síndromes gripais leves e nas nossas unidades básicas de saúde. Por isso estamos anunciando uma testagem em massa”, disse.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, esteve pessoalmente em São Luís para acompanhar a entrega dos testes, ainda no domingo, 23.

O ministro disse que as vacinas extras irão aumentar cerca 5% em relação ao montante já previsto. Essas doses serão distribuídas às cidades de São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar.

“Teremos 5% a mais de vacinas, isso soma aproximadamente 300 mil doses nesse primeiro momento. Além disso, o Ministério da Saúde vai entregar aos secretários 600 mil unidades do teste rápido para que consigamos diagnosticar esses casos e, eventualmente, identificar essa variante indiana”, afirmou.

Além disso, a capital e cidades vizinhas receberão cerca de 300 mil doses a mais de vacinas contra a Covid-19.

“Ontem eu conversei com o prefeito Eduardo e ele fez um pleito muito justo que era ampliar a cobertura de vacinas na capital e cidades da ilha e isso foi acatado pelo Programa Nacional de Imunização (PNI)”, disse Queiroga.

 

Deixe uma resposta