Vereador de Codó é alvo de investigação criminal

O vereador eleito nas eleições municipais de 2020 em Codó, Pastor Max, é investigado em um procedimento de investigação criminal que apura possível crime de infração de medida sanitária preventiva.

De acordo com informações, o parlamentar é acuso de ter desrespeitado as medidas sanitárias, recomendadas pelo Poder Público, para evitar a propagação da Covid-19, na inauguração do comitê do candidato a vereador, ocorrida no dia 05 de outubro de 2020, no município.

Max Tony Oliveira de Sousa, disputou a eleição pelo Partido Democrático Trabalhista-PDT. Além do pastor, o Ministério Público tenta identificar outros candidatos para levantamento das informações que permitam melhor apurar das responsabilidades e alcançar todas as pessoas envolvidas e abrangendo todos os fatos possíveis.

Deixe uma resposta