Apontado como operador de campanhas políticas vai lucrar R$ 2,1 milhões em Bom Jardim

De acordo com uma denúncia enviada ao nosso blog, um homem que banca diversas campanhas políticas no Maranhão é o detentor de pouco mais de R$ 2,1 milhões em contratos na prefeitura de Bom Jardim, comandada por Cristiane Varão.

O empresário Rômulo Nascimento da Costa já é acossado pelo Ministério Público em investigação que apura lavagem de dinheiro público em reformas de obras que teriam sido inauguradas em menos de um ano. Ele é dono da ‘R N DA COSTA EIRELI’ ou Construprime empreendimentos sediada em Bacabal.

Em pouco tempo de fundação, a construprime virou uma espécie de “papa tudo” de contratos públicos pelo Maranhão. Entre obras de engenharia, fornecimento de material elétrico e manutenção de iluminação pública, o empresário sempre utiliza como objeto dos contratos em Bom Jardim a: “prestação de serviços de engenharia sob demanda para atender as necessidades do município”.

Rômulo elegeu a esposa vereadora em Bacabal.

Influente no ramo empresarial das licitações públicas, Rômulo também mantém o ‘braço’ de sua firma na política e foi assim que ele elegeu as custas de muito rincão financeiro sua esposa vereadora do município de Bacabal. Natália Duda foi eleita pelo PMDB, partido do deputado Roberto Costa e que Rômulo mantém proximidade.

Denúncias revelam que Rômulo é suspeito de ser operador financeiro de diversas campanhas eleitorais no Maranhão.

Um fato que vem passando despercebido pelas autoridades do Maranhão são os chamados agiotas de campanhas eleitorais, empresários que bancam grande parte das campanhas e quando o político assume o cargo, o empresário começa a indicar suas empresas para vencer licitações. Os ramos mais cobiçados são: obras, combustível, iluminação pública e locação de máquinas pesadas. Uma pessoa entrou em contato  com o blog e afirmou que Rômulo já é conhecido como o novo “pacovan” do Maranhão. Entenda na próxima matéria.

Deixe uma resposta