Reeleição de Othelino foi legal, decide ministro Alexandre de Moraes

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, em decisão manifesta nesta quinta-feira (25), decidiu que foi legal a recondução do deputado Othelino Neto (PCdoB) à Presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Segundo a decisão, a eleição de Othelino ocorreu conforme a Constituição Federal, Estadual e o Regimento Interno da Assembleia Legislativa.

Com isso, Othelino não corre mais o risco de sair da Presidência e cumprirá seu mandato até 2022.

Vale lembrar que diferente de outros estados, no caso da Assembleia Legislativa do Maranhão ocorreu apenas uma reeleição, uma vez que em 2018 Othelino assumiu com a morte de Humberto Coutinho.

Agora, cabe ao o plenário do STF decidir se valerá a constituição dos estados e o regimento de cada assembleia. Decidindo assim, Othelino poderá até disputar novamente.

Deixe uma resposta