Prefeito de Bacabal, Edvan Brandão, é investigado por abandono de equipamentos no valor de R$ 1 milhão

Após uma denúncia anônima apresentada no Sistema Cidadão, Sala de Atendimento ao Cidadão do MPF, o prefeito de Bacabal, Edvan Brandão está sendo investigado por mau uso do dinheiro público, após abandonar equipamentos para construção de um poço no valor de R$ 1 milhão.

De acordo com informações, no ano de 2019 o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, por meio de indicação do Deputado João Marcelo, cedeu à Prefeitura de Bacabal uma perfuratriz, na qual inclui tanque, guincho, e caminhão para transporte, com intuito de perfurar um poço artesiano para abastecer de água a comunidade bacabalense.

No entanto, o denunciante relata que embora todos os equipamentos estejam disponíveis, encontram-se abandonados há quase 1 ano em um terreno na Vila Santa Inês, no Povoado Alto Bandeirantes em Bacabal. O valor do material ultrapassa mais de R$ 1 milhão.

O Ministério Público está apurando o caso, e Edvan Brandão pode responder por improbidade administrativa

Deixe uma resposta