Ex-presidente da Câmara de Santa Inês, Luís Carlos, é investigado por suposto dano ao erário

O ex-presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Santa Inês, Luís Carlos Pereira Siqueira, e a Assessora Parlamentar, Catarina Fernanda Barros Bacalhau, estão sendo investigados por suposto enriquecimento ilícito, em consequência causando danos ao erário.

De acordo com informações, o Ministério Público instaurou um inquérito civil apurando as irregularidades apontadas para posterior ajuizamento de ação civil pública, já que Catarina é acusada de ocupar o cargo recebendo salários mas sem comparecer efetivamente na Câmara.

Caso seja confirmado, o ato será configurado como improbidade administrativa. A Promotoria de Justiça irá promover uma inspeção junto à Câmara Municipal, solicitando e fotografando o livro de ponto, visando, especificamente identificar o registro de entrada e saída da servidora investigada, a partir do mês de agosto de 2.020, bem como da portaria de nomeação dela, ficha cadastral e contracheques de todos os meses trabalhados.

Deixe uma resposta