Thiago Diaz exonera advogada que defende igualdade de gênero

O presidente da OAB/MA, Thiago Diaz, em mais um rompante de autoritarismo de quem se acha dono da OAB, exonerou a advogada Vivian Bauer, presidente da Comissão da Mulher Advogada da seccional, por defender igualdade de gênero nas eleições de classe, que ocorre em novembro deste ano.

O motivo da retaliação de Thiago ocorreu após o colégio de presidentes de seccionais da OAB, que aprovou em dezembro proposta de paridade feminina nas eleições do órgão. A votação foi por maioria. Empatada, coube ao presidente do Conselho Federal, Felipe Santa Cruz, dar o voto de minerva que desempatou a favor da paridade já nas eleições de 2021. Thiago Diaz foi um dos presidentes que não votou a favor da paridade.

Indignada com a postura, Vivian foi uma das idealizadoras no Maranhão do movimento “Iguala OAB”, que fez um movimento em frente à sede da OAB/MA reivindicando a paridade. O Presidente foi chamado para se posicionar, mas não compareceu.

Em consequência, na última semana, sob o pretexto de uma “reforma administrativa” na OAB, o presidente defenestrou a advogada, que gravou vídeo alegando “interesses escusos” do presidente para tomar tal atitude. Será que a classe aceitará que a OAB tenha um “dono”? Com a palavra, Thiago Diaz.

Deixe uma resposta