Bomba! Vereadora aliada de Weverton Rocha é suspeita de ser funcionária fantasma no Detran

A vereadora Amanda Betiane de Sousa Muniz, do município de Morros, é suspeita de estar na lista de funcionários fantasmas no Detran-MA. A parlamentar do PDT é aliada do senador Weverton Rocha e pode ter sido contratada pela atual diretora do órgão, Larissa Abdalla, para o cargo de advogada.

Larissa Abdalla foi indicada pelo PDT e é apadrinhada por Weverton Rocha, que também pode ter contribuído com a suposta contratação da vereadora Amanda. A parlamentar foi contratada como advogada terceirizada por meio do Escritório Ítalo Azevedo. Comprovando a suspeita de que o órgão pode estar servindo de cabide eleitoral para o PDT.

Com este novo episódio, a militância do PDT no Detran parece estar, cada vez mais, com os dias contados. A farra da terceirização, que ultrapassa o valor de R$ 14,5 milhões em contratações, deve ser investigada pelo Tribunal de Contas do Estado Maranhão (TCE/MA), conforme solicitação feita pelo deputado estadual Wellington do Curso.

Enquanto isso, os servidores efetivos padecem com seus salários congelados há oito anos, auxílio-alimentação há três anos e, ainda, sofrendo rigorosas perseguições, sobretudo para cumprimento da jornada de trabalho.

3 pensou em “Bomba! Vereadora aliada de Weverton Rocha é suspeita de ser funcionária fantasma no Detran

  1. Vive-se um momento ímpar no Detran, não por parte dos apadrinhados políticos que o dirigem, mas pelos servidores públicos, sobretudo os que lá estão desde a sua criação, pois, pela primeira vez, estão acreditando que a lei e a moralidade prevalecerão, principalmente com o fim da TERCEIRIZAÇÃO ILÍCITA, a qual tão somente os desprestigia, desvaloriza e furtam-lhe o mérito.
    Os servidores do Detran em todo o Estado do Maranhão estão extremamente esperançosos que essa onda de ilegalidades e perseguições está próxima do fim.
    Ninguém pense que os poucos comentários feitos nas matérias que saem na mídia demonstram desatenção dos servidores, isso é apenas receio de retaliações, principalmente por parte daqueles que estão em estágio probatório.
    Em realidade, cada notícia que sai na mídia é amplamente divulgada nos grupos de WhatsApp dos servidores e discutidas privativamente.
    O Detran vive um momento no qual os servidores não aguentam mais tanta opressão, desvalorização e perseguições.
    O Sinsdetran representa toda a histórica insatisfação de seus servidores, os quais estão com seus salários congelados há cerca de 8 (oito) anos, auxílio-alimentação há mais de 3 (três) anos, gratificação desigual, desvalorização, principalmente dos servidores antigos (alguns com mais de 30 anos de serviços prestados) etc.
    Com o apoio incondicional do Deputado Wellington do Curso, o sindicato passou a equilibrar as forças, podendo brigar de igual para igual contra a diretoria do Detran, pois, afinal, enquanto a assessoria jurídica do Sinsdetran conta com apenas uma advogada (muito talentosa, diga-se de passagem), o Detran dispõe de 16 (dezesseis), 1 (um) assessor jurídico comissionado e 15 (quinze) advogados terceirizados, sem contar os estagiários.
    Com o fim da TERCEIRIZAÇÃO ILEGAL, quem mais ganha é a população, pois contará com uma prestação de serviço mais qualificada e até com taxas mais baixas, pois um servidor custa 3 (três) vezes menos que um terceirizado.

  2. É desse jeito: enquanto os servidores estão com seus salários congelados há 8 (oito) anos, com perda do poder de compra na ordem de 53%, os apadrinhados ganham até sem trabalhar. Não é possível uma vereadora de morros conseguir conciliar sua atividade parlamentar com a de advogada em São Luís, tanto pela questão da distância quanto da complexidade de ambos os cargos. Além de tudo, a coincidência da vereadora ser do PDT, partido da diretora geral do Detran, é, no mínimo, intrigante. Em verdade, a TERCEIRIZAÇÃO é um câncer no serviço público, principalmente pela falta de transparência e os interesses escusos envolvidos. Que as autoridades tomem as devidas providências!

  3. O Ministério Público do Trabalho não consegue acabar com essa máfia eleitoreira que assola o Detran.
    Todo mundo sabe que os terceirizados são indicados políticos ou apadrinhados, sendo que alguns nem trabalham ou vão quando quer, e que o Detran é reduto do PDT, servindo de curral eleitoral.
    Só o Ministério Público do Trabalho que não sabe. Só o TCE que não sabe.
    Pelo amor de Deus!
    Isso já está virando é uma novela. E cheia de bandidos. Quando é que vai aparecer um mocinho?

Deixe uma resposta