Bloco independente do MDB na Alema podia ter outro nome, não é mesmo Roberto Costa?

Deputados do MDB

O MDB fez um anúncio nesta segunda-feira (4) que surpreendeu zero pessoas. O aviso serviu de uma prova da subserviência que Roberto Costa (MDB), presidente do partido, tem adotado em relação ao Palácio dos Leões desde que Roseana Sarney (MDB) perdeu no primeiro turno para o governador Flávio Dino (PCdoB), em 2018.

O MDB que até a chegada de Socorro Waquim (MDB) contava somente com Roberto Rocha e o deputado Arnaldo Melo (MDB). A oposição que o MDB fazia era assim: “Arnaldo Melo não falava nada e Roberto Costa concordava com tudo”, deixando fazer o papel contraditório somente Wellington do Curso (PSDB), César Pires (PV) e Adriano Sarney (PV).

A oposição do MDB que nunca existiu nesta atual legislatura foi apenas uma homenagem póstuma ao mandato da ex-deputada estadual Andrea Murad, que na legislatura passada era um pitbull na cola de Flávio Dino e seus aliados.

Se quando o MDB fazia parte da oposição, ninguém podia contar com esse posicionamento… Agora fica o questionamento: haverá independência? O nome do bloco do MDB poderia ser outro: “me nota, Flávio Dino”, ou “companheiro, estou aqui!”.

Deixe uma resposta