Nina Rodrigues: Saiba em quantos porcento foram superfaturados testes de Covid-19

Estima-se que a prefeitura do município de Nina Rodrigues, no Maranhão, tenha comprado testes rápidos para a detecção da Covid-19 superfaturados em pelo menos 33%. O Município comprou por R$ 160,00 testes realizados na rede particular por cerca de R$ 120,00. A aquisição foi realizada em contrato de R$ 80 mil, firmado via dispensa de licitação, com a empresa Dimensão Distribuidora de Medicamentos, investigada pela justiça por ilegalidades na venda de produtos para combate à Covid-19.

A Dimensão Distribuidora é a maior fornecedora de medicamentos e suprimentos médico-hospitalares no Piauí e no Maranhão. Em março deste ano, o Ministério Público do Maranhão pediu à Justiça, em ação de improbidade ajuizada, o bloqueio de bens da Dimensão Distribuidora de Medicamentos, por irregularidades em licitação para aquisição de medicamentos, insumos hospitalares e material laboratorial. Vale destacar que o contrato com Nina Rodrigues foi firmado em maio.

De março a maio de 2020, a empresa chegou a acumular exatos de R$ R$ 10.692.187, 20, em 49 contratos assinados com prefeituras.

O Ministério Público e a Polícia Federal seguem com operações por todo o Brasil, observando a aplicação dos recursos federais nas compras para a aquisição de insumos no enfrentamento ao novo coronavírus. As investigações já apontaram diversas prefeituras envolvidas no superfaturamento de licitações e contratos e o município de Nina Rodrigues pode enfrentar uma batalha com a justiça para justificar a compra.

 

Deixe uma resposta