Presidente da Câmara de São João dos Patos, Thuany Costa, é investigada por irregularidade em contrato para aquisição de software

A presidente da Câmara de Vereadores de São João dos Patos, Thuany Costa, está sendo investigada por possível ato de improbidade administrativa, ao realizar dispensa de licitação para aquisição de licença de uso (locação) de software de contabilidade.

O Ministério Público instaurou um inquérito civil, após tomar conhecimento de uma denúncia protocolada no dia 07 de janeiro de 2020 e considerar a necessidade de coleta de provas para apuração da suposta existência de irregularidade na gestão dos recursos públicos por parte da gestora.

Thuany Costa é acusa de mau uso do dinheiro público, assim como de possível enriquecimento ilícito e danos ao erário atentado aos princípios da administração pública, o que caracteriza ato de improbidade administrativa.

O Ministério Público solicitou à parlamentar uma cópia do procedimento e contrato referente a dispensa de licitação nº. 01/2019, processo administrativo nº. 1601001/2019.

Deixe uma resposta