Prefeito de Codó, Francisco Nagib, é investigado por suposta fraude em aquisição de combustível com Posto Minas

O prefeito do município de Codó, Francisco Nagib, é investigado pelo Ministério Público Estadual por suposta fraude em um contrato que visa a aquisição de combustível em um posto de gasolina do município. De acordo com informações, o gestor está sendo acusado de possível ato de improbidade administrativa no processo de licitação que resultou na contratação do Posto Minas.

A Promotoria de Justiça está apurando por meio da Notícia de Fato SIMP 001017-259/2020 – 1ªPJC, a supostas práticas de má aplicação de recursos públicos, de corrupção ou até improbidade administrativa, pelo município de Codó.

A licitação pública resultou na contração de fornecimento de combustível junto ao Posto Minas, cujo nome empresarial é K. Louis Albuquerk. A instituição instaurou um inquérito civil para apurar as irregularidades noticiadas. Ainda de acordo com a Promotoria de Justiça, o procedimento fica restrito à apuração de possíveis irregularidades no processo licitatório Pregão Presencial nº 01/2020.

O objeto do contrato estava especificado a contratação de empresas para aquisição de combustível e gás liquefeito de petróleo (GLP) para atender as necessidades das secretarias do município de Codó.

Deixe uma resposta