Escândalo! Aliado da Prefeita de Monção pode ter usado nome de pessoas analfabetas para criar empresa fantasma

A Construservice vem faturando milhões de reais da prefeitura de Monção desde 2017. A empresa foi aberta em 2016, poucos dias antes da prefeita Cláudia Silva assumir a gestão pública estadual. A suspeita de que a empresa pode ser fantasma é porque no endereço da Construservice funciona, na realidade, um frigorífico.

Outro indício é que usaram nomes de pessoas da zona rural de Monção para a abertura da falsa empresa. O lavrador Valdivino Silva Pereira e o pescador Evandro Costa Vieira, moradores do Povoado Jabuti, foram surpreendidos quando souberam que eram donos da Construservice. Eles contam que foi Newton Dutra, braço direito e amigo da prefeita Cláudia Silva, que levou seus documentos para um emprego de vigia para os dois. Alegam ainda que tiveram as assinaturas falsificadas, já que mal sabem escrever.

Em licitações para a contratação de serviços como transporte escolar, construção de rodovias, coleta de resíduos não-perigosos, entre outros, quem sempre vence é a Construservice. Pagamentos que somam milhões de reais foram autorizados pela prefeita ao longo dos últimos anos.

A denúncia que pede a prisão imediata de Newton Dutra e Cláudia Silva por falsidade ideológica, formação de quadrilha e outros crimes foi protocolada junto ao Ministério Público. A Polícia Federal também apura mais esse novo escândalo da gestão Cláudia Silva, que já foi inclusive afastada pela justiça por desvios em recursos da educação e fraudes no censo do Fundeb.

Deixe uma resposta