Câmara Municipal de Monção descumpre ordem judicial que determina afastamento da prefeita

Desde a última semana, a justiça afastou a prefeita Cláudia Silva (PSDB) do cargo por suposta fraude em licitação e descumprimento de ordem judicial já proferida. Na decisão, o juiz da comarca de Monção deu até 72 horas para o presidente da Câmara de vereadores dar posse à vice-prefeita da cidade, Sônia Jansen. Mas o presidente da Câmara Municipal, o vereador Luís Alfredo, vem protelando a decisão e ainda não deu posse à vice-prefeita, mesmo como o fim do prazo determinado pela justiça.

A decisão tem como fundamentos supostas irregularidades cometidas na gestão do FUNDEB, em especial, fraude no Censo Escolar, com a inclusão de alunos fantasmas, e a aplicação irregular das verbas do FUNDEB na celebração de contratos para reforma das escolas municipais. A decisão afasta também a secretária municipal de Educação, Maria Célia dos Santos, pelo prazo inicial de 180 dias.

Confira trecho da decisão:

Deixe uma resposta