Convenção oficializará neste domingo candidatura de Venancinho em Bacabeira

Nada destrói mais a confiança de alguém do que fazer uma promessa e não cumpri-la, assim como também, nada amplia e fortalece a confiança como cumprir as promessas que fazemos.

Quando uma pessoa empenha a própria palavra como forma de fazer você acreditar nela, logo você busca saber se aquela pessoa costuma cumprir o que diz. A confiança está diretamente ligada ao cumprimento de promessas, portanto se alguém não cumpre o que diz a confiança é quebrada.

É justamente o fator “PALAVRA” que está fazendo a diferença na condução dos assuntos políticos no município de Bacabeira. De um lado, o líder do grupo Gonçalo já não conta mais com a mesma confiança que obteve dos aliados em 2016, exatamente por não cumprir o que prometeu a quase todos eles.

Do outro, o principal líder do grupo de oposição, ver sua base crescer com alianças estabelecidas apenas com o poder da “PALAVRA”. Isso está sendo possível porque na cidade, todos sabem que a trajetória do ex-prefeito Venancinho foi marcada por seriedade e respeito a todos, sem distinção.

A união da oposição na cidade até foi possível em um passado recente, mas não sem influência abusiva do poder financeiro, que desta vez não terá o mesmo efeito no pleito vindouro. Agora, a questão vai muito mais além, é sobre libertar Bacabeira mais uma vez e devolver a cidade aos bacabeirenses.

É por isso, que cada membro da oposição deixou as diferenças de lado para se unir em torno de um objetivo em comum. Bacabeira foi transformada em quintal do município vizinho Santa Rita, dominada pelos Gonçalos. A cidade que era exemplo e referência em qualidade no serviço público, agora amarga constrangimentos.

A inédita operação da Polícia Federal, denominada de “FALSA ESPERANÇA” fez a população despertar e perceber que os últimos três anos e nove meses foram perdidos com belas maquiagens e serviços sem nenhuma qualidade.

Não se construiu escolas e nenhum outro prédio público, a não ser os famosos puxadinhos. A merenda escolar que antes era frango, carne e frutas, passou a ser suco com biscoito de sal e até farofa de fubar. É isso que se ofereceu as crianças, jovens e adolescentes daquela cidade.

Os contratados, que em todos os governos anteriores receberam décimo terceiro, foram excluídos no governo atual. A administração de Venancinho pagou até décimo quarto aos servidores públicos municipais.

O governo atual não conhece Bacabeira e muito menos Venancinho, é por isso que eles passam a maior vergonha quando atacam o democrata. Fernanda Gonçalo é a primeira prefeita de Bacabeira que não atendeu o povo na prefeitura. A ausência da gestora é porque ela é também a única prefeita que não mora na cidade.

A candidatura de Venancinho representa esperança para a população do município de Bacabeira. É como esse sentimento que a polução está abraçando a candidatura de Venancinho.

Quem conhece Venancinho sabe que cumprir compromissos e horar a palavra é sua principal marca. Enquanto esteve prefeito de Bacabeira, o democrata viu sua popularidade crescer e ser consolidada até os dias de hoje, oito anos depois de seus dois mandatos.

Sem vaidades pessoais, Venancinho sempre preferiu o SIM e o NÃO como resposta, nunca usou meios termos para agradar momentaneamente, preferiu surpreender do quê decepcionar.

A convenção eleitoral da oposição no dia 13, (domingo) é o primeiro passo para libertação da cidade que já havia sido libertada em 10 de novembro. E assim a historia se repetirá em 15 de novembro, fazendo mais uma vez, jus a letra do belo hino da cidade.

Deixe uma resposta