Contratos fraudulentos podem botar Paula da Pindoba na cadeia

A prefeita de Paço do Lumiar, Paula da Pindoba, está cada vez mais enrolada com os contratos que vêm sendo investigados pelo Ministério Público. Como já noticiado pelo blog, são contratos firmados via processos licitatórios, pregões presenciais e dispensa de licitação que apresentam indícios de irregularidades.

A gestora, por exemplo, contratou a empresa B C Rodrigues EIRELI para fornecimento de oxigênio medicinal, mas não disponibilizou os processos administrativos de dispensa no portal da transparência do município, nem mesmo dados do pagamento.

O MP apura também a dispensa de Licitação nº 005/2020 (Processo Administrativo nº 2142/2020), que resultou na contratação da empresa J K Comércio e Representações Ltda. O contrato tinha o objetivo de adquirir materiais médicos e hospitalares para uso em urgência e emergência no combate ao coronavírus, mas também não foi posto na íntegra no Portal da Transparência do Município de Paço do Lumiar.

Os indícios de irregularidades nestas e em outras contratações pode levar Paula da Pindoba à cadeia, considerando a gravidade dos atos caso confirmadas as fraudes.

Deixe uma resposta