Toca serra quer que PF e MPF investiguem gestão de Antônio Borges, em Pedro do Rosário

Em discurso realizado nesta quarta-feira (05), na Assembleia Legislativa do Maranhão, o deputado estadual Toca Serra solicitou à Polícia Federal e ao MPF que investiguem uma série de irregularidades relacionadas com a prefeitura da cidade de Pedro do Rosário.

De acordo com o parlamentar, com a proximidade das eleições, o prefeito Raimundo Antônio estaria usando a máquina pública de forma ilegal, para se promover. “Promover de que forma, deputado Toca Serra? Comprando as pessoas, empregando, pegando o cartão das pessoas batendo foto e dizendo que vai colocar dinheiro nas contas”, denunciou.

No seu discurso, o deputado fez um apelo para que o gestor cuidasse melhor da população durante a pandemia do coronavírus.

“Eu quero fazer um pedido ao prefeito do município de Pedro do Rosário, para que ele cuide das vidas que estão ali se perdendo, das pessoas que estão infectadas pela pandemia. Se não me falhe a memória, são mais de 4 milhões que já vieram para Pedro do Rosário, mas nada foi investido diante da pandemia para poder salvar a vida das pessoas”, afirmou o deputado Toca Serra.

Por fim, o deputado destacou que a cidade está abandonada e que o prefeito está preocupado somente com as eleições municipais.

“Chamo a atenção do Ministério Público para que venha investigar e também faço um pedido especial à instituição da Polícia Federal para que venha investigar Pedro do Rosário e veja onde está sendo investido tanto recurso que já foi depositado nos cofres públicos daquela cidade. Então, eu peço mais uma vez que o Ministério Público e a Polícia Federal investiguem para ver onde está sendo investido tanto recurso que já veio para o nosso município”, concluiu.

Deixe uma resposta