PF invade casa e empresa de dono da Boss barbearia em São Luís

Dono da Boss barbearia, Pedro Moura foi um dos alvos da operação cobiça fatal

A Polícia Federal, com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU), deflagrou, na  terça-feira (9), a Operação “Cobiça Fatal” com a finalidade de desarticular associação criminosa voltada a fraude em licitações com o intuito de desviar recursos públicos federais que seriam usados no enfrentamento do novo coronavírus (Cocid-19) em São Luís/MA.

Foram cumpridos três mandados de prisão, 14 de busca e apreensão, além do sequestro de bens e bloqueio de contas dos investigados no valor de R$ 2,3 milhões. Entre os empresários que foram alvos de busca e apreensão estava o dono da famosa barbearia Boss de São Luís, Pedro de Moura Neto.

De acordo com a PF, o jovem Pedro Moura, agia como representante comercial da empresa de fachada PRECISION REPRESENTAÇÕES DE MATERIAIS HOSPITALARES E MEDICAMENTOS LTDA.

Pedro Moura teria assinado contrato fraudulento em meados de 2020 com o objeto de aquisição de 320 mil máscaras para a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís. Ainda de acordo com relatório policial, os empresários e representantes das empresas do esquema criminoso teriam oferecido vantagens indevidas para o secretário municipal de saúde, Lula Fylho e para as servidoras Andreia dos Santos Marão e Nalva Campos dos Santos.

Uma barbearia de codinome “boss” que pertence ao conhecido empresário de São Luís, foi invadida pela PF na manhã de ontem (09), além de a residência do investigado.

Assista os vídeos:

4 pensou em “PF invade casa e empresa de dono da Boss barbearia em São Luís

Deixe uma resposta