Juiz do TRF1 manda soltar um dos alvos da operação Cobiça fatal

O Tribunal Regional Federal da Primeira Região deferiu medida liminar em habeas corpus, suspendendo os efeitos da decisão que decretou a prisão de um dos investigados na Operação Cobiça Fatal deflagrada ontem na cidade de São Luís – Ma.

O relator do habeas corpus acolheu os argumentos dos advogados Ulisses Sousa e Tayssa Mohana que sustentaram na impetração que os requisitos para a decretação da prisão temporária não se faziam presentes e que seria descabida a decretação da prisão temporária apenas para que o investigado respondesse perguntas.
Diego Emir

Deixe uma resposta