Em entrevista, Roberto Rocha sugere que Flávio Dino pode ser preso

Durante uma entrevista no programa do apresentador Marcelo Minard, o senador Roberto Rocha foi categórico quando sugeriu que o governador Flávio Dino deveria ser preso. Ao ser questionado se a operação realizada no estado do Pará pudesse chegar no Maranhão, o parlamentar afirmou que a diferença entre o governador paraense Elder Barbalho e Flávio Dino, é o pagamento adiantado do maranhense.

Rocha relatou que um consórcio montado pelos governadores do nordeste para uma causa nobre, resultou na compra de 30 respiradores para o estado, mas que os objetos foram pagos antecipadamente pelo valor de quase R$ 5 milhões de reais.

O senador afirmou, ainda, que no meio de uma pandemia, permite que o bom senso possibilite a compra adiantada dos respiradores, porém, alerta que uma medida provisória que foi editada autorizando a compra, foi editada no dia 6 de maio, e o governo já tinha pago no dia 07 de abril, por tanto, antes da medida provisória, fato que levara Flávio Dino a responder pelo caso na justiça.

Roberto Rocha questionou também a transparência de gasto do governo na pandemia, e se queixou da falta de agradecimento de Flávio Dino após ele ter “conseguido” R$ 120 milhões para o Maranhão.

Deixe uma resposta