Covid-19: prefeita de Porto Rico, Tatyana Mendes, é investigada por suposto contrato superfaturado

A prefeita do município de Porto Rico, Tatyana Andrea Mendes Sereno, está sendo investigada pelo Ministério Público por uma suposta irregularidade na Contratação Direta de nº 50/2020. A licitação tem o objetivo de adquirir equipamentos de proteção individual – EPI, material de limpeza e insumos para atender as demandas das Unidades de Saúde da cidade.

Após uma denúncia, foi observado que a gestora teria fechado o contrato com a empresa Precision Soluções em Diagnósticos, investigada pela Polícia Federal com suspeita de superfaturamento.

A linha de investigação agora trabalha com a suspeita da existência de fraude no processo licitatório, o que poderia configurar ato de improbidade administrativa, dentre outros desdobramentos a serem apurados.

Este blog teve acesso a planilha de preços das compras efetuadas pela prefeitura de Porto Rico do Maranhão, e nela foi possível observar a possibilidade de um suposto superfaturamento na aquisição de água sanitária, acima dos 100%.

O Ministério Público fará uma inspeção, por meio da executora de mandados, acerca dos objetos contratados, e após colher as informações será montando um relatório em que também constará fotos dos materiais fornecidos.

A Polícia Federal deve tomar conhecimento do caso.

1 pensou em “Covid-19: prefeita de Porto Rico, Tatyana Mendes, é investigada por suposto contrato superfaturado

  1. Pingback: Mau agouro, corrupção e desesperança marcam gestão municipal de Porto Rico do Maranhão - Joerdson Rodrigues

Deixe uma resposta