Santo Antônio do Lopes: Imbróglio em compra de respiradores usados pela prefeitura acaba na delegacia

O prefeito do município de Santo Antônio do Lopes, Bigu Oliveira, tentou usar da esperteza e comprou da empresa ALPI-MEDIC ELETROMEDICINA, sem licitação, quatro respiradores e o caso foi parar na delegacia.

Os quatros respiradores saíram pelo valor R$ 450 mil reais, mas no Diário Eletrônico do Município, não estava distinguido que o equipamento era de segunda mão.

Na delegacia, o técnico em eletrônica da empresa afirmou que tanto o prefeito quanto a secretária de saúde, Maria Lima, tinham conhecimento que os respiradores eram usados.

Mas, a Controladora do Município, teria se recusado a receber alegando que a prefeitura havia comprado respiradores novos.

O técnico ainda relatou em seu depoimento que o “Hospital Dr. Zerbinni” não dispõe de estrutura física para instalação dos equipamentos. O caso continua sob investigação.

Deixe uma resposta