Apoiado por Eduardo Braide, pré-candidato à prefeitura de Paço do Lumiar é dono de restaurante acusado de práticas racistas

O pré-candidato à prefeitura de Paço do Lumiar e dono do Restaurante Flor de Vinagreira, Francisco Neto, coleciona várias acusações de práticas racistas relacionadas ao atendimento dos seus funcionários em seu estabelecimento localizado no Centro Histórico de São Luís.

Francisco Neto continua afirmando que será candidato a prefeito de Paço e, para isso, conta com total apoio do pré-candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide.

Com o discurso de combate a política suja no estado, Francisco declarou no ano passado que iria acabar com as brigas, confusões e roubalheiras em Paço do Lumiar. Mas como já percebemos, esse discurso já está vencido e Francisco pode ser mais um impostor dentro da política maranhense.

No ano passado em uma entrevista para a Maiobão TV, Francisco chegou a chamar as crianças do município de desnutridas e comedoras de barro:

“Pensando nisso comecei a andar nos bairros, vi coisas de verdadeiras “Etiópias” dentro de Paço do Lumiar que eu nem imaginava que tinha, crianças desnutridas, com a barriga imensa, comendo barro.”

Com esses discursos cheios de preconceitos e ódios, Francisco Neto, apoiado por Eduardo Braide, pretende se tornar prefeito de Paço do Lumiar. Qual seria o motivo para que Braide compactuasse com alguém tem esse tipo de pensamento?

Deixe uma resposta