Fim da farra: Câmara de Vereadores de Santa Inês é investigada por criações irregulares de cargos públicos

A Câmara de Vereadores de Santa Inês será investigada sobre a suspeita de criação de cargos púbicos de forma irregular, por meio de resolução, configurando ato de improbidade administrativa.

Para apuração dos atos irregulares serão investigados o atual presidente da Câmara Municipal, Luís Carlos Pereira Siqueira, o Vice-presidente Orlando Araújo Mendes, o 1º Secretário Francisco das Chagas Ramos Vieira, o 2º Secretário Raimundo Alves Oliveira, o ex-presidente da câmara Manoel dos Reis Alves Macedo, a ex-vice Maria da Paz Lima Costa, ex-vice-presidente João Batista Tavares, o ex-1º Secretário Ademar Machado Sousa e a ex-2ª Secretária Vera Lúcia Soares Lima.

Os investigados terão o prazo de 10 (dez) dias úteis para dar resposta ou comparecer na Promotoria de Justiça de Santa Inês com documentos necessários que esclareçam os fatos.

Nos documentos eles terão que especificar qual o número de cargos efetivos existentes na Câmara Municipal de Vereadores de Santa Inês, encaminhando junto com a resposta a respectiva lei municipal que cria os referidos cargos. Também o número de cargos comissionados existentes na Câmara, encaminhando junto com a resposta o ato normativo que criou os referidos cargos.

Os vereadores ainda terão que fazer uma lista dos servidores que estão trabalhando atualmente na Câmara, encaminhando junto com a resposta o ato de vinculação de cada servidor.

Deixe uma resposta