ESCÂNDALO! Empresa do médico Aírton Marques, teria superfaturado contratos com instituto investigado pela PF no estado.

O Médico e ex candidato a prefeito do município de Carutapera Aírton Marques Silva (PTN) que foi exonerado do hospital regional do município na semana passada pela secretaria estadual de saúde REVEJA, por suspeitas de liderar um “esquema de propinagem” dentro do hospital regional está no “centro” das atenções mais uma vez, o blog obteve algumas notas da empresa MEDCLINICA de propriedade de Aírton Marques, que o coloca mais uma vez na “mira”da Policia Federal, ocorre que ao comparar duas notas fiscais sendo uma emitida no ano de 2016 ao Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac) e outra no ultimo dia do ano de 2017 (31/12/2017) a Secretaria de estado da saúde do Maranhão, os valores variam e o que se observa é que á um superfaturamento absurdo em relação aos dois contratos, no contrato com a IDAC que teve o presidente Augusto Silva Aragão preso ano passado por uma fraude na saúde do Maranhão de mais de 18 milhões, a MEDCLINICA faturou  quase o dobro do que faturou com a secretaria de saúde do estado em doze meses, sendo que os serviços eram os mesmos, o pagamento de diárias de médicos do hospital regional.

Contrato da MEDCLINICA com o Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac)

O contrato entre a clinica e o instituto alvo de investigação da policia federal levou aos cofres da clinica de Aírton Marques Silva exatos 378.824.00 (trezentos e setenta e oito mil oitocentos e vinte e quatro reais)por  mês, e durante um ano foram mais de quatro milhões  de reais.

Contrato de doze meses de duração entre a MEDCLINICA e a Secretaria de estado da saúde do Maranhão, logo após a operação da Policia Federal que levou varias pessoas para cadeia por desviar recursos da saúde do estado:

O valor da nota fiscal emitida a secretaria de estado da saúde pela prestação de  serviços foram exatos 251,309,88( duzentos e cinquenta e um mil e trezentos e nove reais e oitenta e oito centavos) por mês, a diferença de um ano para o outro chega a quase um milhão de reais, os contratos da empresa de Aírton com o instituto IDAC só foram rompidos após a policia Federal descobrir o esquema e levar para cadeia o presidente do instituto.

Ao comparar os dois contratos a diferença de um para o outro é de estimados um milhão de reais  a menos em relação do valor de serviço prestado pela MEDCLINICA durante o contrato com o instituto IDAC.

“Um prato cheio para a Policia Federal que deve está apurando detalhe por detalhe, de cada centavo repassado a empresa.”

 

2 respostas para “ESCÂNDALO! Empresa do médico Aírton Marques, teria superfaturado contratos com instituto investigado pela PF no estado.”

Deixe uma resposta