Agora lascou: sargento PM baleado por seguranças de Núbia Dutra tem prisão decretada

Causou revolta entre os militares a prisão decretada contra o sargento Teixeira do 8º BPM, que após obter alta do Hospital Carlos Macieira, onde permanece internado por ter sido atingido por uma bala no abdome disparada por um segurança da primeira dama de Paço do Lumiar, Núbia Dutra, será recolhido.

Casal Núbia e Dutra mostra a força que tem no governo comunista
O próprio secretário de Segurança, Jefferson Portela foi quem informou a prisão do militar por dois motivos:  “é uma situação de violência domestica e pela situação agravada por estes disparos feito contra terceiros, e depois na cobertura um membro de segurança, efetuou também disparo contra o agressor, que se encontra internado, mesmo assim foi autuado em flagrante delito, vai responder por tentativa de homicídio, na condição de funcionário público a situação é grave pela conduta dele tanto pela violência doméstica contra sua esposa, quanto a tentativa de homicídio contra a primeira dama de Paço do Lumiar”.
A mulher que estava com o sargento desmentiu que tenha sido agredida, o que não foi levada em conta. Ela disse que um segurança de Núbia Dutra, que também seria um militar, atirou e acertou seu esposo. Teixeira teria atirado e acertado a mulher do prefeito de Paço do Lumiar no ombro e no rosto, apenas de raspão.
Enquanto o sargento vai preso, o outro que lhe acertou um tiro ficou do lado de fora para continuar cuidando da segurança de Núbia Dutra, sendo militar ou não. Aí virou loucura, siô!

Deixe uma resposta