Sargento da Polícia Militar mata ex-namorada no Maranhão

Um policial militar identificado como sargento Marcos Vinícius Gomes Costa, de 43 anos, matou sua ex-namorada Marcele Cardoso da Silva, de 26 anos, e logo em seguida tirou a própria vida. De acordo com as primeira informações policiais. Os corpos foram encontrados na manhã desta quinta-feira (7), em um quarto na casa da mãe do sargento, no bairro Cohab, em São Luís. A suspeita é que o crime tenha acontecido na noite dessa quarta-feira (6).

Marcele da Silva tinha um filho de três anos de outro relacionamento e era servidora do Detran. O policial também tinha um filho de quatro anos de outro relacionamento e era lotado no Comando Geral da Polícia Militar.

Segundo informações de parentes de Marcos Vinícius, ele teria ligado na noite de quarta pra ex-mulher (com quem tem um filho) dizendo que ia se matar.

Pelas informações da família de Marcele, o sargento estava tentando a reconciliação com ela, insistindo em contatos telefônicos. Horas antes de ser morta, a família disse que ela entrou em contato falando que iria na residência do ex-namorado a pedidos dele. Preocupados com a falta de contato desde então, os pais da vítima foram até a casa onde o sargento estava morando e encontrando o imóvel fechado, ligaram para uma irmã de Marcos Vinícius para que eles pudessem entrar na casa e foi quando viram os corpos em um dos quartos.

A investigação segue ao comando da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SHPP).

Gestão Edivaldo Holanda contribuí para mortes de pessoas apinhadas em corredores de hospitais da capital

 

A Prefeitura de São Luís já recebeu do Ministério da Saúde em 4 meses deste ano mais de R$ 130 milhões de repasses federais para serem aplicados na rede pública pelo Fundo Municipal de Saúde (reveja).

Com tanto recurso já repassado para o setor da saúde o caos continua instalado nos hospitais municipais. E os problemas recorrentes nas unidades parecem distante de ter fim.

A falta de ação e de responsabilidade da gestão Edivaldo Júnior (PDT) na saúde de São Luís está levando varias famílias a perderem de forma prematura seus entes queridos, a falta de cuidados com as pessoas que estão amontoadas nos corredores dos hospitais sem nem uma forma de higiene, as vezes sem tomar um soro, aumenta em 100% o risco de morte, por doenças de poucos riscos, uma gripe já gera uma infecção enorme, pelo ambiente  onde a pessoa está sendo tratado,o descaso na saúde publica da capital São Luís já passa de criminoso, e chega a ser desumano, para uma pessoas que se diz fiel a preceitos bíblicos e cristãos.

A venda que cobre o olhar do Ministério Público e das demais esferas judiciárias para a imoralidade que está acometida a saúde da capital é de impressionar, não se vê uma ação que cobre da prefeitura na pessoa do “poderoso” Edivaldo Holanda soluções para resolver a maldade que estão fazendo com pessoas nas filas destes hospitais.

RELATO 

“Não tem pano, não tem lençol, é uma porcaria isso aqui. Ontem a comida chegou às 14h. Isso é um descaso. A água é nojenta. Tudo aqui é nojento. A menina aí está jogada”, reclamou um dos pacientes.

“Vimos pacientes em condições péssimas, em macas, no chão muitas vezes. Há muito tempo que estamos reivindicando por melhores condições para garantir um pouco de dignidade para os pacientes”

Crianças também são vitimas 

Um misto de maldade, imoralidade, falta de coração e principalmente falta de DEUS!

 

CRIME! Crianças agonizam na espera de atendimento no Hospital Da Criança em São Luís

Definitivamente a saúde do município de São  Luís  está  um caos. Pacientes jogados pelos corredores dos hospitais de forma deplorável, inclusive crianças, médicos e servidores reclamando das condições de trabalho e muita insatisfação por parte da população. Isso sem citar o pequeno numero de médicos diante da grande demanda de atendimentos. Todo esse cenário se passa diante do que é divulgado pela prefeitura em campanhas publicitárias, que mostram instalações de qualidade, pacientes sorridentes, tudo propaganda.

Recentemente o Blog Do Werbeth Saraiva publicou uma reportagem onde mostra crianças recém nascidas dormindo no chão do hospital da criança de São  Luís REVEJA AQUI, um verdadeiro absurdo. A precariedade no sistema de saúde e falta de gestão pública tem feito vítimas nos hospitais da capital.

Somente nos quatro meses deste ano, São Luís recebeu mais de R$ 130 milhões de repasses federais para serem aplicados na rede pública pelo Fundo Municipal de Saúde (reveja).

Falta de médico

Na sexta-feira passada, uma paciente precisou ser atendida por cirurgião de cabeça pescoço, mas foi comunicada pela direção do Hospital Socorrão I, que o médico só estaria na segunda-feira desta semana.

Crianças Padecem na unidade de Saúde

Quando a situação expõe crianças ainda é mais chocante. E no hospital da criança os problemas são os mesmo dos socorrões, ou piores, falta de médicos, materiais hospitalares e pacientes instalados nos corredores. No caso desta unidade, os pacientes são alojados até  em bancos plásticos utilizados para a espera fora dos quartos.

A gestão do prefeito Edvaldo Holanda Júnior (PDT) e do secretário  de saúde  Lula Fylho tem transformado a saúde capital do Maranhão um verdadeiro caos.

Veja o vídeo obtido por nossa reportagem onde mostra crianças agonizando na  espera de atendimento:

 

CRIME! Bebê dorme no chão do hospital da Criança em São Luís

Vídeo obtido pelo Blog  revela o verdadeiro caos administrativo da Secretaria de Saúde de São Luís.

A precariedade no sistema de saúde e falta de gestão pública tem feito vítimas nos hospitais da capital, mas nada se compara a cena chocante (veja o vídeo acima) de crianças dormindo em cadeira a procura de atendimento no Hospital da Criança.

No vídeo mostra, também, um bebê de aproximadamente 6 meses deitado no chão da unidade hospitalar aguardando um leito pare se instalar. A imagem é o retrato do colapso da gestão do secretário de Saúde, Lula Fylho.

Veja o Vídeo

Prefeito de São Luís Edivaldo Holanda, Na “mira” da Polícia Federal.

Nome de Edivaldo Holanda Jr aparece em investigações da Polícia Federal (PF), por destinação de emenda parlamentar duvidosa e recebimento de doação de campanha por empresas envolvidas em fraudes investigadas pela PF.

Segundo os documentos da PF, o nome de Edivaldo Holanda Jr. apareceu em uma interceptação telefônica, em 2012, durante as investigações que ocasionaram na prisão de Bia Venâncio, ex-prefeita de Paço do Lumiar. Na conversa, Bia fala de uma emenda parlamentar destinada a ela por Edivaldo, então Deputado Federal.

Além dessa, devemos recordar que o nome do prefeito também surgiu durante o desenvolvimento da operação “Sermão aos peixes”, mostrando que Holandinha recebeu doações para a sua Campanha de empresas acusadas de desviar recursos federais na área da saúde.

A policia Federal deve investigar mais fatos estranhos envolvendo Edvaldo….

BOMBA BOMBA! Secretaria de agricultura do Maranhão pode ter secretário indicado pelo PR de Josimar De Maranhãozinho

Acreditando que o governador Flávio Dino vai cumprir com os compromissos, o deputado estadual Josimar de Maranhãozinho fechou questão com o projeto de reeleição do comunista, durante reunião no Palácio dos Leões no dia 28 de fevereiro.

Uma das condições impostas para o PR embarcar no projeto de Flávio Dino é indicar um secretário estadual.

Uma fonte do Blog do Werbeth Saraiva bem próxima ao governador confirmou na manhã  de hoje (08) que pelo menos três secretarias  foram oferecidas ao partido por Dino, o PR poderá escolher uma, são elas:

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca atualmente ocupada pelo secretario Márcio Honaiser (PDT) que deve sair nos próximos meses pois será candidato nessas eleições.

secretaria  de Desenvolvimento Social do Maranhão atualmente ocupada pelo deputado Neto Evangelista que também deve tentar a reeleição nas eleições deste ano. josimar  pode optar pela secretaria de cultura que está  a disposição do partido, o nome indicado pelo PR a ser o secretário  é uma “figura” bem conhecida especificamente do povo de São  Luis, e você ficará sabendo em um próximo poster….

Ministério Público pede suspensão do carnaval em São Pedro da Água Branca

A Promotoria de Justiça da Comarca de São Pedro da Água Branca, a 700 km de São Luís, ingressou com uma Ação Civil Pública (ACP) contra o Município e o prefeito Gilsimar Pereira Ferreira pedindo a suspensão do carnaval na cidade até que seja efetuado o pagamento dos servidores que estão em atraso desde o mês de novembro de 2017.

Segundo o Ministério Público do Maranhão (MP-MA) os servidores concursados de São Pedro da Água Branca não receberam seus vencimentos de dezembro e metade do 13º salário. Já os contratados estão sem receber desde novembro e não receberam também qualquer parcela do 13°. Além disso, a Prefeitura não estaria repassando os recolhimentos previdenciários e de contribuição sindical.

O Ministério Público solicita que a Justiça determine prazo de 48 horas para que sejam pagos os salários de todos os servidores públicos municipais relativos a dezembro de 2017. Os demais vencimentos deverão ser quitados no prazo máximo de 30 dias, bem como o repasse dos recolhimentos previdenciários e descontos de contribuições sindicais.

O órgão ministerial pede também que a Justiça suspenda os gastos relativos a festas carnavalescas até que seja comprovado o pagamento de todos os servidores. Pede ainda que em caso de inadimplência por mais de cinco dias da Prefeitura seja bloqueado 60% das transferências constitucionais, como o Fundo de Participação dos Municípios, Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), a ser destinados exclusivamente ao pagamento dos servidores públicos.

Caso seja descumprida a decisão, o Ministério Público pediu a Justiça uma multa diária no valor de R$ 1 mil a ser paga pelo prefeito Gilsimar Pereira Ferreira.

Bandidos sequestram comerciante e são presos em São Luís

Uma mulher foi vítima de um sequestro na manhã desta quinta-feira (25), na região do Apeadouro. Três suspeitos entraram no veículo deixando a vítima no banco de trás.

A Polícia Militar foi acionada e iniciou uma perseguição. Os suspeitos só pararam o veículo porque o pneu furou quando já estavam na avenida dos Franceses, perto do Estádio Castelão.

O trio foi preso, e a vítima libertada. Os suspeitos foram identicados como Magno Bruno Dantas, Breno Adriano Sá e Vanderson Sousa Araújo.

Todos foram encaminhados à Delegacia de Roubos e Furtos.

 

40 mil apreendido com mendigo em São Luis,é depositado em conta da Justiça no Maranhão

Informações G1

Quarenta mil reais apreendidos pela polícia durante uma blitz estão agora depositados em uma conta da Justiça no Maranhão porque ninguém consegue comprovar a origem do dinheiro.
Jânio Lima de Macedo, de 55 anos, foi detido em uma operação de rotina da Polícia Militar por desacato a autoridade. Na delegacia, a Polícia Civil achou o dinheiro. 408 cédulas de R$ 100, cinco notas de R$ 50 e três cédulas de R$ 20 empacotados em uma mochila. Jânio Lima não conseguiu comprovar a origem do dinheiro e a polícia decidiu fazer a apreensão.
O delegado Walter Wanderley, que acompanha o caso, diz que Jânio pode comprovar que o dinheiro é dele desde que ele apresente um extrato bancário. “Ele pode provar na Justiça que realmente esse dinheiro é dele. Como? Ele apresenta o extrato. Porque ele não fez aqui e nem a família apresentou me apresentou qualquer prova, vestígio de que esse dinheiro legalmente pertence a ele”.
A Polícia Civil fez na quarta-feira (3) um depósito no valor de R$ 40 mil e 110 na conta do Tribunal de Justiça Maranhão. Até que alguém prove que é dono o dinheiro vai ficar apreendido na Justiça.
A polícia informou que um advogado foi à delegacia, em nome de seu Jânio Macedo, e tentou resgatar o dinheiro, mas como o advogado também não conseguiu comprovar a origem foi feito o depósito na conta da Justiça.

Polícia Civil fez na quarta-feira (3) um depósito no valor de R$ 40 mil e 110 na conta do Tribunal de Justiça Maranhão (Foto: Reprodução/TV Mirante)