AGORA LASCOU! Sobrinho de prefeito revela que Flávio Dino tirou hospital e mandou fechar delegacia de município

Mazinho leite e seu porta-voz

O sobrinho “aloprado” e falastrão do prefeito de Cândido Mendes, conhecido por querer humilhar pessoas que não “rezam” a cartilha de seu tio no município resolveu divulgar o que escuta em casa.

Erlan Ribeiro, abriu o bico, e em áudios compartilhados nas redes sociais desabafou o que deve ouvir diariamente da boca do seu tio o prefeito Mazinho Leite.

O sobrinho de Mazinho “esculhambou” o governador do estado, que até então tinha o gestor como aliado.

” Não tem Hospital, por causa do governador, prometeu um milhão e nunca mandou, a delegacia o governo do estado que fechou, foi o governo do estado que fechou.”  Encerrou. 

“O áudio circula nas redes sociais de toda região e o pior é que muitas pessoas acreditam que o verdadeiro “vilão” é o governador Flávio Dino. Dizem as más línguas que foi o próprio Mazinho que teria ordenado que o sobrinho esculhambasse o governador. “

VEJA;

E Mazinho Leite vai preso, ou não ?

Prefeito Mazinho Leite e secretário assassinado

O prefeito de Cândido Mendes, Mazinho Leite e uma assessora jurídica do município, identificada como Edna estão sendo apontados pela polícia como principais suspeitos do assassinato do secretário de saúde do município, o crime ocorreu em 2014. A secretária Edna já se encontra presa. 

 O crime teria acontecido em consequência do secretário ter ameaçado revelar um suposto esquema de corrupção nas verbas da saúde do município, a polícia investigou e chegou à conclusão que os tiros que atingiram o secretário não partiram de fora do veículo que o mesmo se encontrava, e sim de dentro do veículo, no veículo estava o secretário um funcionário que já se encontra preso, e a esposa do secretário assassinado que teve prisão decretada nos últimos dias pelo desembargador José Luís almeida. 

Mais e o Mazinho Leite ?

Segundo informações obtidas pelo blog, um pedido de prisão contra Mazinho Leite foi expedido porém negado por um juiz, que espera novos elementos para autorizar ou não a prisão do prefeito de Cândido Mendes. Enquanto isso o município de Cândido Mendes segue sendo administrado por um suspeito de pistolagem. 

Mazinho Leite “abafa” caso de secretário assassinado…

Mazinho Leite e o secretário assassinado

Acusado pela polícia  civil do Maranhão de tramar a morte do secretário de saúde do próprio município, Mazinho Leite deve ter conseguido reverter a situação. 

Na mesma semana que a polícia resolveu revelar que o prefeito de Cândido Mendes estaria sendo apontado como principal suspeito da morte do marido da sua atual secretária, estaria marcado o depoimento do gestor sobre o caso. 

A notícia que apontou Mazinho como principal mandante do assassinato, pegou a população de surpresa e muitos esperavam que o prefeito poderia ser surpreendido também com um mandado de prisão, algo que não aconteceu assim como o depoimento que ninguém soube se ocorreu ou se foi “adiado.” 

Aliados de Mazinho Leite espalharam na cidade que ele se livraria logo da acusação, pelo seu poderio financeiro e político, outros disseram que a mesma advogada arrolada no caso teria influência religiosa e amigável com inúmeras pessoas que poderiam “abafar” o caso. O fato é que Mazinho Leite conseguiu “abafar” o caso do assassinato de seu secretário de saúde. 

Com medo de ser preso, prefeito Mazinho Leite “desaparece” de Cândido Mendes

Procurado por equipes de jornalistas e demais profissionais da imprensa a assessoria jurídica do município de Cândido Mendes avisa que o prefeito Mazinho Leite, apontado pela polícia como mandante do assassinato de um secretário de saúde em 2014 não se encontra na cidade. 

O comentário que se ouve no município é que temendo uma provável prisão Mazinho teria saído do município, o paradeiro ninguém sabe. Segundo os mais próximos o prefeito já estaria tentando um HC preventivo para rechaçar uma eventual prisão. 

Segundo fontes bem posicionadas do blog, um mandado de prisão preventiva contra o gestor já teria sido expedido. 

BOMBA! Homem é preso suspeito de participar do assassinato do secretário de saúde de Cândido Mendes, prefeito também está sendo investigado

Agentes da Polícia Civil prenderam na manhã de hoje (16) um Homem suspeito de participar da morte de um secretário de saúde do município de Cândido Mendes, Romissom Robson foi assassinado no dia 21 de fevereiro de 2014 e ele era secretário de Saúde de Cândido Mendes.

As investigações duraram quatro anos, e as prisões expedidas hoje, foram autorizadas pelo Tribunal de Justiça do Maranhão. 

O Homem preso hoje estaria no carro com a vítima no momento da execução. 

Segundo informações apuradas pelo blog o prefeito do município Mazinho Leite também está sendo investigado pela morte do ex secretário. 

Na época a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) do Maranhão instaurou um Procedimento Investigatório Criminal (PIC) para apurar se o prefeito de Cândido Mendes, José Ribamar Leite Araújo, o Mazinho, atuou como mandante do assassinato de Rolmerson Robson, à época secretário de Saúde do município.

As investigações relacionadas ao PIC foram abertas no dia 31 de julho 2018, por meio da Portaria 37/2018, aos cuidados da promotora de Justiça Geraulides Mendonça Castro, da Assessoria Especial de Investigação da PGJ. A delegação foi feita pelo chefe do Ministério Público estadual, promotor Luiz Gonzaga Coelho.

Assessora de Mazinho Leite tem quase 10 parentes recebendo na folha de Cândido Mendes, MP mandou exonerar em até 10 dias

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 27 de junho, Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa de obrigação de fazer com pedido de antecipação de tutela contra o prefeito de Cândido Mendes, José Ribamar Araújo (mais conhecido como Mazinho Leite), e a assessora jurídica do Município, a advogada Edna Maria Andrade.

Na manifestação, o promotor de justiça Marcio Antonio Alves de Oliveira requer a exoneração, em 10 dias, de sete parentes da assessora jurídica e do prefeito, contratados sem concurso público, configurando a prática de nepotismo.

Além do nepotismo (que é vetado pela Súmula Vinculante nº13, do Supremo Tribunal Federal), o representante do MPMA questiona, ainda, a contratação de servidores sem concessão de benefícios trabalhistas como férias remuneradas, gratificação natalina e adicional por horas extras.

“No município de Cândido Mendes, foram identificados numerosos casos de nepotismo, uma vez que, por possuir poder irrestrito para a contratação de pessoal, a administração vem privilegiando seus parentes e correligionários, em notório detrimento dos princípios da impessoalidade, legalidade e moralidade”, relata Marcio Antonio Oliveira, na ACP.

NEPOTISMO

A advogada Edna Maria Andrade trabalha na administração municipal desde 2013 como assessora jurídica e mantém cinco parentes (duas irmãs, um sobrinho e duas tias) no cargo de “assessor comunitário”. Entretanto, o cargo não existe na estrutura do Município.

Segundo o promotor de justiça, além de desnecessários, tais cargos oneram a folha, somente por causa do vínculo familiar com a assessora jurídica.

A situação também atinge o prefeito, que também mantém a cunhada no cargo de “assessor comunitário”.

PEDIDOS

Ao final do julgamento, se condenados, o prefeito e a assessora jurídica estarão obrigados à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por três a cinco anos, pagamento de multa civil de até 100 vezes o valor da remuneração recebida e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, mesmo que por meio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.

O MPMA também solicita a condenação dos réus ao pagamento conjunto de danos morais de R$ 200 mil. O valor deve ser transferido ao Fundo Estadual de Defesa dos Direitos Difusos.

Empresa de São Luís possui contratos milionários na prefeitura de Cândido Mendes

A prefeitura de cândido Mendes administrada pelo prefeito Mazinho Leite virou uma fonte de renda inesgotável para a empresa  M L S Papeis Eireli – Epp  localizada em São Luís é de propriedade da empresaria Marcela Lopes de Souza. Em Janeiro deste ano o município contratou a empresa por R$1.361.190,00 (hum milhão, trezentos e sessenta e um mil, cento e noventa reais) para atender o programa nacional de alimentação escolar . O contrato entre o município e a referida empresa tem prazo da vigência de 03.01.2018 a 31.12.2018. A mesma empresa foi agraciada com mais três contratos nos valores de R$:  204.848,00,  210.802,00 e  154.384,00. Desta vez para fornecer material didático, a soma dos contratos ultrapassa a casa dos 570,000, 00 (quinhentos e setenta mil reais).

M L S Papeis Eireli – Epp 

A empresa que tem sede no bairro do Olho d’água em São Luis pertence a Marcela Lopes de Souza mais na resenha de contrato quem assina é um administrador da empresa que de acordo com busca realizada pelo blog ao site da receita federal o nome não aparece no quadro de sócios da mesma. JALES RIBEIRO DE QUEIROZ assina como administrador da M L S que também  opera com “mínis contratos” em alguns órgãos do estado do Maranhão.

Corrupção em Cândido Mendes 

Após  o blog do Werbeth Saraiva denunciar um esquema imoral de desvios de recursos públicos no município de Cândido Mendes REVEJA AQUI. O Ministério público tratou de pedir a indisponibilidade dos bens do prefeito Mazinho Leite além do bloqueio no valor do subtraído dos cofres públicos. Além de Mazinho a empresa responsável também deve ser penalizada pela justiça. Se haver indícios de corrupção nos contratos com a  M L S  o resultado deverá ser o mesmo. 

 Fica o alerta aos órgãos fiscalizadores!

Agora veja os extratos:

Outro Lado

O blog tentou entrar em contato com a empresa, mais o telefone fornecido não é da empresa e sim de um escritório de contabilidade, já com Mazinho leite o blog não conseguiu contato com sua assessoria.

 

Fica O 

 

Por falta de apoio jovens de Luís Domingues e Cândido Mendes ficam sem participar dos JEM’s 2018

Como se já não bastasse a falta de investimentos em áreas primordiais como saúde e educação. Os prefeitos de Luís Domingues Gilberto Braga e de Cândido Mendes, Mazinho leite não ajudaram em nada para que alunos do município pudessem participar dos jogos escolares 2018 esses que acontecem no município vizinho, Carutapera. Jovens dos municípios entraram em contato com o Blog e denunciaram que não poderiam participar dos jogos devido à falta de apoio das duas prefeituras desde o transporte até alimentação.
Bandalheira nas duas gestões…
Os municípios de Luís Domingues e Cândido Mendes sofrem hoje com as péssimas administrações, são inúmeras as irregularidades.
Próxima matéria…
O blog vai publicar na próxima reportagem duas denúncias de um dos referidos município que deve culminar no afastamento e responsabilização pela lei de improbidade um dos gestores. Documentos obtidos com exclusividade pelo blog revela que um dos municípios está a quase um ano comprando sem licitação, as coisas estão acontecendo à revelia, o dinheiro público sendo usado de forma obscura, o que deve resultar em pedido de prisão e afastamento do cargo.
O blog também deve trazer à tona um esquema imoral que deve resultar em pedido de prisão e afastamento de um dos gestores. Ocorre que o blog tomou conhecimento e um robusto montante de provas que o prefeito teria alugado máquinas da prefeitura mais especificamente do (PAC) para uma empresa privada, o que renderia mensalmente uma quantia de mais de 35 mil reais ao gestor, um verdadeiro atentado às leis desse país. Aguardem…
Jogos escolares 2018 em Carutapera…
O município de Carutapera sede dos Jem’s esse ano preparou uma grande recepção aos atletas de diversos municípios,quadras de qualidade para receber os jogos. A organização recebeu inúmeros elogios de atletas e de organizadores do evento que segundo disseram tem sido a edição mais bem organizado dos últimos anos.