22 pessoas são resgatadas em situação análoga à escravidão no interior do MA

O Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho resgatou 22 pessoas submetidas a trabalho análogo ao de escravo, durante operação realizada no Maranhão, entre os dias 25 de setembro e 5 de outubro.

A ação começou com o resgate de 13 trabalhadores que atuavam na extração de palha de carnaúba nos povoados de Corisco e Madeira Cortada, na zona rural de São Bernardo. Depois, mais nove pessoas foram retiradas da construção de uma ponte sobre o Rio Iguará, a 26 quilômetros de Vargem Grande.

A maioria dos empregados que atuava na extração de carnaúba saiu do Ceará, contratada para as funções de cortador, aparador, desenganxador, camboeiro e lastreiro, além de uma cozinheira. Eles foram encontrados alojados em uma casa de três cômodos, próxima ao carnaubal.

“Sem banheiros no alojamento, o grupo utilizava o mato ao redor da casa para as necessidades fisiológicas, sem condições mínimas de saúde, higiene, conforto ou privacidade. Também não havia chuveiros e lavatórios e os empregados tomavam banho em riachos ou açudes próximos ao alojamento, compartilhados com animais”, informou o ministério, por meio de nota.

Água suja
A água do riacho “turva, com cheiro desagradável e impregnada de sedimentos diversos, de origem vegetal e animal”, segundo descrição dos auditores-fiscais, também era utilizada para higienização e cozimento dos alimentos. A cozinheira preparava as refeições em um fogareiro improvisado, no chão do cômodo, e os trabalhadores se alimentavam em pé ou sentados no chão. Além dos problemas relacionados à segurança e saúde, os auditores-fiscais constataram outras irregularidades, como ausência de controle de jornada, custeio pelos próprios trabalhadores das redes que utilizavam para dormir e alojamentos compartilhados por homens e uma mulher.

Os auditores-fiscais do Ministério do Trabalho concluíram que as ações e omissões do empregador caracterizaram submissão de trabalhadores a condições análogas às de escravo. Os 13 foram resgatados e encaminhados para receber o seguro-desemprego. Outros quatro trabalhadores foram registrados durante a ação fiscal. Foram lavrados 11 autos de infração e o empregador arcou com dívidas trabalhistas no valor de R$ 27.560.

Construção de ponte
O outro grupo, de nove trabalhadores, foi contratado pela empresa Albatroz Construções, para a construção de uma ponte para a Prefeitura de Vargem Grande, sobre o Rio Iguará. Todos, incluindo um menor de idade, estavam na mais completa informalidade, segundo o ministério. No local havia apenas um pequeno barraco de palha, sem proteção lateral e parcialmente coberto.

Para descansar durante o período noturno, dois trabalhadores que exerciam as funções de vigia armavam as redes nas colunas da ponte, a aproximadamente três ou quatro metros de altura do solo. Quatro trabalhadores pernoitavam em uma residência familiar de alvenaria inacabada, onde residiam oito moradores – entre eles duas adolescentes, sendo uma a cozinheira, e três crianças, uma delas de dois anos de idade. Os trabalhadores dormiam em um cômodo sem uma das paredes laterais, ficando expostos a intempéries, animais e insetos.

Galinhas e porcos eram criados soltos no quintal e circulavam livremente nos alojamentos desprovidos de armários para as roupas e para os objetos pessoais dos trabalhadores. Os pertences ficavam pendurados em varais, dentro de mochilas e sacolas, em cima de bancadas e bancos de madeira, ou espalhados pelo chão dos alojamentos.

Ao todo, a empresa terá de arcar com dívidas de rescisões trabalhistas que alcançam R$ 33.004,76. A operação do Ministério do Trabalho contou com a participação de representantes do Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública Federal e Polícia Militar Ambiental do Estado do Maranhão.

Haddad cresce 32 pontos e já lidera pesquisa para presidente no MA

Impressionante o desempenho, no Maranhão, do candidato a presidente pelo PT: Fernando Haddad.

Saiu de 4% na pesquisa Ibope de agosto para 36% no levantamento divulgado hoje (19) pela TV Mirante.

Crescimento de 32 pontos percentuais.

Prova de que o lulopetismo segue muito vivo em território maranhense.

Dignos de registro, também, a queda de 11 pontos de Marina Silva (Rede) e o crescimento de Jair Bolsonaro (PSL) – saiu de 14% para 18%.

DITADURA! Deputado Victor Mendes pede ao TRE que censure o blog do Werbeth Saraiva

O deputado Federal Victor Mendes entrou com uma representação no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) contra o editor do Blog do Werbeth Saraiva. Victor pediu ao órgão que censurasse o blog por conta de uma postagem que revelou uma auditoria que apurou um suposto desvio de quase 5 milhões de reais da época que Mendes figurou como dirigente e ordenador de despesas da Sema pelo período de 1° de janeiro de 2011 a 21 de dezembro de 2013.

É imoral a postura de alguns políticos que sem respeito nem um ao eleitorado querem usar a justiça como escudo de suas falcatruas.

FALÊNCIA! PIB do MA teve queda acumulada de 11% em 2016 e 2017

Da Coluna Expresso Revista Época

A queda acumulada do PIB nacional em 2016 e 2017 chegou a 6,9%, de acordo com dados da consultoria Tendência a partir de dados do IBGE. Mas, nesse período, alguns estados tiveram resultados ainda piores: Espírito Santo (-12,3%), Sergipe (-11,8%), Maranhão (-11,5%), Amapá (-11,1%), Pernambuco (-10,5%), Amazonas (-10,2%), Bahia (-9,9%) e Piauí (-9,3%).

Segundo a consultoria Tendências, o resultado capixaba foi fortemente influenciado pelo desastre da mineradora Samarco. Ainda assim, o estado conseguiu manter o equilíbrio das contas públicas. De acordo com o secretário da Fazenda, Bruno Funchal, o estado investirá R$ 1 bilhão em 2018, sendo que metade desses recursos sairá do governo.

EMPOLGOU! Roseana atrai multidão em convenção na capital

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) atraiu uma multidão para convenção que confirmou sua candidatura ao Governo do Maranhão, realizada na manhã de hoje, dia 29, no Espaço Renascença, em São Luís-MA.

Em discurso caloroso, a ex-governadora disse que o “Maranhão espera um governo que cuide das pessoas”. Ela não poupou críticas ao governador Flávio Dino (PCdoB). “Eu não vejo nenhuma obra importante do atual governo”, disparou.

Roseana falou sobre a perseguição de Flávio com os comerciantes e a população com o aumento de impostos e apreensão de veículos.

“Jamais permitirei que a sua moto, o seu carro, ou qualquer outro bem que ajude na sobrevivência de sua família e do seu negócio, sejam tomados pelo governo em leilões que humilham e agridem a dignidade das pessoas”, disse a emedebista.

A ex-governadora também falou sobre o caos na saúde pública e o atraso salarial dos terceirizados. “Hoje os hospitais funcionam de forma precária com a falta até de remédios. O salário dos terceirizados da saúde está sempre atrasado, isso é uma tristeza”, detonou Roseana.

Clique e veja o discurso:

Familiares de Juscelino Filho “abocanharam” milhões em contratos na saúde do Maranhão

O DEM se entregou de forma estranha para apoiar o Governo do Estado do Maranhão e o projeto de reeleição do governador Flávio Dino.  Assim que o acordo foi sendo cumprindo, contratos com a Saúde estadual foram fechando exatamente com familiares do dono do Democratas no Maranhão, o deputado federal Juscelino Rezende.

Levantamentos apontam que o emaranhando dos Rezende abocanhou uma fartura de contratos nada desprezíveis com o uso de recursos federais. A empresa Dio Diagnóstico Imagem e Oftalmologia tem como sócia Lia Rezende, esposa do deputado federal. Na outra ponta, aparece outro sócio, Rodolfo, que é esposo de Luana Rezende, irmã do dono do DEM no Maranhão.

Irmã e o cunhado de Juscelino beneficiados com dinheiro da saúde do Maranhão:

Mulher de Juscelino Filho

beneficiada com dinheiro da saúde do Maranhão:

O deputado federal Juscelino Filho, marido de Lia Cavalcanti Fialho Rezende, tem ligação direta com o Palácio dos Leões, inclusive, entregou o partido que comanda no Maranhão, o Democrata, para apoiar a reeleição de Flávio Dino.

Os altíssimos indícios de favorecimento bem na vista da Policia Federal e dos demais órgãos de fiscalização do estado passaram despercebidos.

Após votarem a favor de Michel Temer deputados maranhenses tiveram quase 11 milhões de emendas liberadas em junho do ano passado

De acordo com dados da ONG Contas Abertas aponta que o governo federal liberou em junho do ano passado (2017) R$ 10,3 milhões (R$ 10.304.160,00) em emendas parlamentares aos três deputados maranhenses (Juscelino Filho – R$ 3,9 milhões, Hildo Rocha – R$ 3,8 milhões, Cleber Verde – R$ 2,4 milhões) que votaram a favor do presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), que votou contra o presidente, teve liberados no mesmo mês R$ 503 mil em emendas.
Na época a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou relatório contrário à aceitação da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer. Ao todo, 40 deputados votaram a favor de Temer. Esses parlamentares somaram R$ 134 milhões em empenhos para emendas só no mês de junho. Dos 40 votos a favor de Temer, 36 tiveram empenhos para emendas em junho, logo antes da votação.
O povo do Maranhão relembra agora que os deputados citados foram os três maiores defensores de Michel Temer.

Secretario de Saúde Carlos Lula

Empresa diz que Saúde do governo aplicou calote de 63 milhões

Abaixo a íntegra do comunicado da empresa.

Sobre a suspensão dos contratos de administração do Hospital Carlos Macieira, do Hospital de Trauma e Ortopedia e do Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto, feitas abritrariamente pela Secretaria de Estado de Saúde do Maranhão, o Instituto Gerir esclarece que:

A Secretária da Saúde mente e tenta tapar o sol com a peneira ao transferir suas responsabilidades. Os principais prejudicados por isso são, como sempre, os cidadãos maranhenses;
A Secretaria da Saúde descumpriu o contrato ao não pagar o Instituto Gerir. O calote é de R$ 63 milhões. Os valores são referentes às dívidas com o Instituto Gerir na administração dos 3 hospitais;
A Secretaria da Saúde foi notificada por diversas vezes para pagar essa dívida. Esses documentos seguem no anexo. Nunca pagou e, por fim, para fugir do pagamento, decidiu suspender o contrato;
O calote de R$ 63 milhões será cobrado judicialmente;
Toda a prestação de contas da administração dos hospitais era feita periodicamente. Jamais houve qualquer tipo de notificação oficial que demonstrasse o contrário. Jamais foi feita qualquer comunicação por parte da secretaria cobrando outro tipo de esclarecimento além dos previstos contratualmente e que eram prestados pelo Gerir;
O calote implicou também nos atrasos ao pagamento de prestadores de serviço e fornecedores dos hospitais administrados pelo Gerir;
A suspensão do contrato, portanto, se deu de maneira arbitrária com a única finalidade fugir do pagamento da dívida;
Como tem sido noticiado pela imprensa maranhense, em toda a saúde do Estado faltam remédios, leitos e servidores. Esse tipo de caso, infelizmente, tem se tornado cada vez mais constante – e nenhuma dessas denúncias partiu do Instituto Gerir;
O calote e a suspensão ilegal do contrato com o Gerir não são as únicas decisões abritrárias tomadas pelo atual secretário de Saúde, Carlos Lula. O mesmo secretário acaba de escolher outras Organizações Sociais para assumir a gestão dos hospitais sem licitação ou qualquer tipo de concorrência, como manda a lei.
Essas medidas, todas flagrantemente ilegais, estão sendo questionadas judicialmente;
Por fim, lamentamos que a gestão da Saúde do Maranhão ainda esteja sob responsabilidade de uma pessoa investigada pela Polícia Federal por suspeitas gravíssimas, como é de conhecimento público.

Juventude Socialista do PDT do Maranhão elege nova direção estadual

Nos dias 04 e 05 de maio, a Juventude Socialista do Partido Democrático Trabalhista (JSPDT) realizou seu Congresso Estadual Extraordinário, na sede do partido, em São Luís, que este ano trouxe como tema “Oportunidade para Todos”. O evento, que teve como objetivo deixar o movimento pronto para o ano eleitoral e renovar a direção estadual da JSPDT, contou com a participação de representantes de todos os municípios onde há representação da juventude do partido, que reuniu aproximadamente 250 jovens.

Os delegados presentes elegeram o novo diretório e executiva estadual para o mandato de 2018-2020. O vereador de Mirinzal e militante da juventude, Dennis Ribeiro foi eleito Presidente Estadual, por unanimidade. O militante de juventude e então secretário de Comunicação, Marcos Leite, foi eleito vice-presidente e a jovem Maryanna Santos, do municipio de Trizidela do Vale, como vice também, os companheiros Maria Freitas (Secretária Geral), Geldo Júnior (Tesouseiro), Denise Duarte (Secretária de Formação Política), Josué Mello (Núcleação de Base), Sthefany Neves (Movimento Estudantil), Nadja Alves (Gênero, Diversidade e Raça), Alex Rocha (Mobilização), Sara Raquel (Eventos) e Ruslana de Carvalho (Comunicação).

Antes de ser vereador, Dennis Ribeiro, de apenas 26 anos de idade, militou no movimento estudantil na Central Estudantil de São Luís (CES), em conselhos e fóruns estaduais de juventude e foi vice-presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), representando o Maranhão e o Piauí.

O deputado Weverton, presidente estadual do PDT, participou, na sexta-feira (4), no Grand São Luis Hotel, da abertura do Congresso Estadual da Juventude Socialista e classificou a JSPDT como uma juventude atuante, altiva, participativa e protagonista, que vem ocupando os espaços nos grêmios estudantis, nas associações, nos sindicatos e nas universidades para debater política. Ele lembrou sua trajetória desde que iniciou sua militância no partido, quando este ainda estava sob o comando de nomes lendários, como os saudosos Jackson Lago e Neiva Moreira. “Desde os 14 anos fiz parte do movimento da juventude e isto foi a minha base política para que hoje eu acredite nesta luta e, tenha uma bandeira real e concreta para defender o meu estado dentro do Congresso Nacional”, disse Weverton. E parabenizou a todos do movimento por saberem o que querem e ocuparem seus espaços no partido, discutindo a política e por lutarem por um projeto para seus municípios, para o Maranhão e para o Brasil.

O Presidente municipal do PDT, o vereador Raimundo Penha avaliou a Juventude Socialista como um dos braços mais importantes do partido, sendo um dos instrumentos pela qual se dá a renovação política. “Estamos muito felizes por sediar este congresso. Sobretudo aos jovens que estão longe da política, digo que para você mudar alguma coisa no cenário político é preciso debater e aqui no PDT os jovens têm vez e voz”, pontuou o vereador.

O presidente nacional da Juventude Socialista do PDT, William Rodrigues destacou o que o congresso é um momento de renovação e injeção de ânimo, para que a JS saia “com sangue nos olhos” para a luta de eleger Weverton como senador pelo Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) como governador e Ciro Gomes como presidente. “O maior cartão de visita que Weverton vai sempre levar por onde for e por toda a sua vida é o de ter sido dirigente nacional da nossa organização”, afirmou.

Idalete Rodrigues, que se despediu da presidência da JS estadual, falou do congresso como uma oportunidade para que a juventude e, sobretudo, as mulheres, ocupem os espaços de poder e se façam ouvir. Ela ressaltou, ainda, que o evento é importante para que a juventude do partido no estado possa, não só escolher o novo presidente da JS no Maranhão, mas, sobretudo, que possa avaliar os pré-candidatos aos legislativos estadual e federal e consolidar o nome de Weverton, oriundo da Juventude do PDT e da classe trabalhadora, como candidato ao Senado Federal.

O evento contou, ainda, com a participação de autoridades, como a secretária estadual da Juventude, Tatiana Pereira e representantes de outros movimentos do PDT e siglas partidárias.

Na administração Diva Silva, Centro Novo vive um dos piores momentos de sua história

O município de Centro Novo atualmente administrado pela prefeita Diva Silva, vive em sua gestão os piores dias da sua história, são inúmeros os reclames da população que já não tem mais a quem recorrer.

Saúde

A falta de remédio no único ponto de atendimento do município, além da falta de profissionais capacitados para atender com eficiência a população.

Bandalheira

Os professores  reclamam das condições de trabalho, o blog recebeu denúncias que até material didático falta, a merenda escolar que deve ser comprada com recursos federais, está escassa e com pouca qualidade nutricional,na assistência social os programas existentes no município não funcionam, de acordo com denúncia feita,uma moradora do município relata, “ eles fazem política nessa Secretaria, e essa realidade não é só nesse governo isso é antigo…” Falou indignada a senhora. Um dos maiores exemplos de descasos na gestão de Diva no município de Centro Novo são as fotos que ilustram esse pôster, essas estradas totalmente intrafegáveis são de uma estrada  que liga a sede de Centro Novo do Maranhão ao povoado Chega Tudo.

Contratos Milionários

 O que não falta em Centro Novo são verbas e processos licitatórios milionários, o blog já fez varias denúncias e o Ministério Público ainda não se pronunciou, são contratações e mais contratações milionárias, um verdadeiro “derrama” de dinheiro público, enquanto isso a população sofre, sem educação, saúde, infraestrutura e outros direitos básicos que estão sendo tirados do povo pela gestão.