Flávio Dino lança candidatura a presidente: ‘Estou doido para disputar mais uma.’

Flávio Dino em discurso na AL

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), se lançou pré-candidato à Presidência da República, nas eleições de 2022.

A pretensão, de acordo com o blog do John Cutrim, foi anunciada durante a Conferência Estadual Extraordinária do Partido Comunista do Brasil no Maranhão, realizada na noite desta sexta-feira 22, na Assembleia Legislativa.

“Estou me preparando para 2022. Vocês nem notaram, já estou até com cinco quilos a menos. Vamos enfrentar o laranjal e a turma do mal”, afirmou, aproveitando para alfinetar o governo de Jair Bolsonaro (PSL), que enfrenta crise interna desde a revelação de supostas candidaturas laranjas no pleito do ano passado.

“Eu adoro uma eleição, estou doido para disputar mais uma, essa especial. A gente tem que plantar a coisa certa, para colher a coisa certa”, completou Dino.

Ao anúncio, a militância comunista saudou o governador do Maranhão com gritos de “Brasil, pra frente, Dino presidente!

Governo adotou silêncio sobre rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Aurizona em Godofredo Viana MA

O governador Flávio Dino “correu” para as redes sociais para se solidarizar com as famílias que perderam seus entes queridos na tragédia registrada nesta semana em Minas Gerais, centenas de pessoas ainda se encontram desaparecidas e dezenas de óbitos já foram confirmados.

No final do ano passado(2018), a falta de fiscalização dos órgãos do Governo do Estado permitiu que empresas como a Mineradora Aurizona S/A atuassem no noroeste maranhense sem qualquer tipo de impedimento ou fiscalização ambiental, o que acabou resultando em uma ocorrência parecida, todavia de menor proporção e sem vítimas fatais, na época os rejeitos invadiram e destruíram manguezais chegando a deixar uma comunidade inteira isolada. Reveja AQUI.

Na época a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais – SEMA e o Ministério Público Estadual não se posicionaram sobre o caso, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Godofredo Viana emitiu nota, todavia muito desconexa, com relação a medidas que nunca foram adotadas para punir a empresa. Felizmente o ocorrido envolvendo a Mineradora AURIZONA não teve vitimas, mais os resíduos químicos que vazaram e se misturaram no meio ambiente, causou enorme estrago ambiental, que na ocasião passou despercebido aos “olhos” dos órgãos de fiscalização do estado.

Após eleições 2018, Flávio Dino e Othelino “esquecem” do município de Santa Helena…

O município de Santa Helena parece não existir no mapa político de alguns eleitos pelo Maranhão, um exemplo claro é o próprio governador Flávio Dino que obteve 79,51% dos votos no município e simplesmente “virou as costas.” 

 Hoje (22) inúmeros municípios da baixada foram beneficiados com equipamentos agrícolas e de pesca, por exemplo; Cururupu, Viana, Pinheiro entre outros. 

O município de Santa Helena com 41 770 habitantes, onde a principal fonte de renda é a pesca e a prefeitura local, ficou simplesmente “assistindo” municípios de menores portes receberem os incentivos do governo. 

O deputado Othelino Neto que foi o mais votado no município com 27,69% dos votos, após se eleger esqueceu de um povo que tanto lhe ajudou, a cidade está simplesmente sem representantes a nível estadual e federal.

Enquanto os municípios vizinhos recebem inúmeros benefícios e incentivos estaduais, Santa Helena observa de longe, resultado da mau escolha feita nas urnas em 2018. 

Fernandão da Edeconsil fatura mais um contrato de R$ 28,7 milhões na SINFRA

Rei dos contratos na SINFRA

R$ 28.716.586,49 Esse é o valor que será pago para construtora do empresário Fernando da Edeconsil.

O Contrato foi firmados via Secretaria de Infraestrutura e terá 12 meses de vigência.

De acordo com a Ata de Preços, a Edeconsil Construções lucrará cerca de R$ 28.716.586,49 milhões para executar serviços de sinalização e conservação de rodovias estaduais de São Luis.

Por mês será destinado o montante de R$ 2,3 milhões à empreiteira de Fernando Cavalcante e José Thomaz Cavalcante Filho.

Conhecido no estado por sempre vencer certames milionários no governo Dino. Nos últimos anos A empresa de Fernando vem movimentando verdadeiras fortunas em contratos com o estado, esses que já estão sendo investigados por órgãos de controle e fiscalização federal, em breve mais detalhes.

Dino consegue aprovar aumento de impostos no MA

Os deputados da base de oposição retardaram o quanto puderam – e até contaram com apoio popular nas galerias -, mas a base aliada ao governador Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa fez valer sua força e aprovou o projeto de lei de autoria do Executivo que propõe novo aumento de impostos em várias áreas no Maranhão.

Envergonhados, no entanto, os governistas rejeitaram um requerimento do deputado Adriano Sarney (PV) para que a votação fosse nominal e, assim, ficasse mais fácil identificar quem apoiou e quem foi contra a matéria.

Segundo a proposta do governo, a maior alta, assim que a base aliada aprovar a proposta, se dará nas operações de produtos como gasolina, refrigerante, energéticos, isotônicos, embarcações de esporte e de recreação – inclusive esquis aquáticos, kites e jets skis -, rodas esportivas para automóveis e drones, por exemplo.

Para essas categorias, o ICMS a ser cobrado passa de 25% para 28,5%.

Além disso, o governador quer acrescentar óleo diesel e biodiesel à lista de produtos que recebem um adicional de dois pontos percentuais na alíquota do mesmo ICMS. Nesse caso, o imposto sobre esses produtos subiria de 16,5% – já de acordo com a nova lei -, para 18,5%.

Há, ainda, previsão de aumento de imposto para cerveja, chopp e outras bebidas alcoólicas.

Se for sancionado ainda nesta semana, os novos aumentos passam a valer a partir de março de 2019.

INDENIZAÇÃO! Flávio Dino receberá R$ 180 mil de hospital do DF pela morte do filho

Resultado de imagem para flávio dino

A 4ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) aumentou para R$ 180 mil o valor da indenização devida pelo Hospital Santa Lúcia ao governador do Maranhão, Flávio Dino, e à ex-esposa dele, Deana Fonseca, pela morte do filho do casal, Marcelo Dino, aos 13 anos. O valor é o dobro da condenação em primeira instância. A unidade de saúde informou, por meio da assessoria, que cabe recurso e vai recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O menino morreu após dar entrada na hospital, no dia 13 de fevereiro de 2012, com uma crise asmática. Segundo depoimento de Flávio Dino à Justiça, o filho recebeu os primeiros socorros e foi internado na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP). No entanto, na manhã do dia seguinte, sofreu nova crise de falta de ar e veio a falecer.

O governador e a mãe da criança sustentam que o filho tinha acompanhamento médico e gozava de boa saúde e que a existência de uma série de ações e omissões culposas do hospital culminaram na morte do menor, como “o atraso na aplicação da medicação broncodilatadora e a submissão do paciente a tratamento inadequado nos últimos meses, com uso indiscriminado de broncodilatador”, conforme consta na sentença.

O hospital recorreu da decisão e defendeu-se alegando que a morte do paciente proveio do agravamento da doença em razão da falta de tratamento; que o uso frequente de broncodilatador gerou a tolerância do organismo à medicação; que todas as medidas necessárias foram adotadas; “e o óbito proveio de caso fortuito e força maior”.

Ao julgar os recursos dos pais e do hospital, o relator James Eduardo Oliveira ressaltou que não há que se falar em culpa concorrente, pois o que importa para o desfecho do caso não é procurar as causas da crise asmática, mas se a morte adveio ou não da ação ou omissão culposa do corpo clínico do hospital.

“Se, eventualmente, o tratamento da doença não foi o mais apropriado e terminou por gerar um quadro de maior complexidade, isso só poderia ser imputado ao médico que o prescreveu, soando, além de juridicamente inadequado, até mesmo cruel a atribuição de desídia aos pais, que, à falta de conhecimento técnico, não podem ser responsabilizados pela suposta inadequação da terapêutica”, destacou o magistrado.

Além disso, segundo o relator, ficou clara a negligência do hospital na administração do medicamento e a omissão quanto ao uso de remédio que poderia otimizar as medidas de socorro, entre outras falhas. “Foram exatamente a negligência na aplicação do medicamento prescrito e a imperícia no momento do socorro à crise de broncoespasmo que retiraram de Marcelo a chance de sair com vida da UTIP”, afirmou.

Ação penal
Além da ação cível movida contra o Hospital Santa Lúcia, o governador Flávio Dino e Deane Fonseca ajuizaram ação penal privada contra Izaura Costa Rodrigues Emídio e Luzia Cristina dos Santos Rocha, respectivamente, a médica e a enfermeira que atenderam Marcelo Dino em 2012. O casal pede a condenação das profissionais por homicídio culposo.

Após a morte, os pais registraram ocorrência, mas o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) e o TJDFT se manifestaram pelo arquivamento do processo. O STJ também teve o mesmo entendimento e Flávio Dino levou o caso ao Supremo Tribunal Federal (STF), que reconheceu a inércia do MPDFT no caso e determinou a reabertura do processo. A ação ainda tramita na 2ª Vara Criminal de Brasília. (Com informações do TJDFT)

 

Péssima gestão de Luizinho Barros em São Bento “obriga” governo montar “força tarefa” do Mais Asfalto

É bem verdade que o “mais asfalto” de certa forma favorece a população, pois além de melhorar a mobilidade urbana é um mecanismo a mais na contribuição do desenvolvimento de aéreas urbanas de inúmeros municípios pelo interior do estado. 

 Mais um fato curioso nisso tudo é que, faltando menos de 20 dias para as eleições, o estado, acelerou sua programação do “ Mais asfalto” e os municípios contemplados são todos os que estão vivendo dramas com as péssimas administrações e o mais curioso ainda é que todos contemplados são da base de sustentação do candidato Flávio Dino. 

 O município de São Bento é um claro exemplo disso, administrado pelo prefeito Luizinho Barros, São Bento vive dias de angústia, por conta da péssima gestão de Barros, atrasos salariais, péssimas condições na saúde do município, além da falta de valorização dos servidores e problemas na educação básica e em diversas outras áreas. 

 Luizinho Barros é apoiador do candidato Flávio Dino e do presidente da Assembleia legislativa Othelino Neto. Desde o inicio do ano, pesquisas de “consumo” interno já alertavam o estado para a baixa popularidade do prefeito. 

  Para não passar vergonha nas eleições de 2018, o governo montou uma verdadeira “força tarefa” para asfaltar algumas ruas da sede de São Bento. A população não acredita mais no governo de Luizinho Barros. 

BOMBA! MP de Contas aponta rede de corrupção e Organização criminosa em aluguel camarada de Dino

ATUAL7

Uma Representação protocolada pelo Ministério Público de Contas no Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão aponta para a existência de uma rede de corrupção em pelo menos um dos famigerados alugueis camaradas do governo Flávio Dino, do PCdoB. As contratações passaram a ser assim conhecidas após a descoberta de supostas simulações de contratos de locação de imóveis com pessoas físicas e jurídicas ligadas ao PCdoB, à própria gestão estadual ou a amigos do poder, com o objetivo de desviar recursos públicos.

Segundo a documentação, obtida com exclusividade pelo ATUAL7, as irregularidades foram encontradas na locação do prédio onde funcionava a antiga Clínica Eldorado para a implantação do Hospital de Ortopedia e Traumatologia (HTO), pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A Representação foi protocolada pelos procuradores do MPC Jairo Cavalcanti Vieira, que chefia o órgão, e Douglas Paulo da Silva, desde a segunda quinzena de setembro do ano passado, após r uma serie de reportagens da imprensa local e nacional sobre o escândalo. Segundo o sistema de consulta processual do TCE, a Representação aguarda manifestação do conselheiro Edmar Serra Cutrim, que atualmente é aliado político de Dino, pela determinação ou não de imediata e urgente auditoria nos contratos de locação celebrados entre o governo comunista e a Clínica Eldorado.

O aluguel camarada
Dentre as descobertas feitas pela imprensa, destacam-se o fato de que o marido de uma das sócias da Clínica Eldorado, a juíza Janaína Araújo de Carvalho, que coordena a Central de Inquéritos de São Luís, é o promotor de Justiça Reginaldo Carvalho. Oficialmente titular da Promotoria de Justiça Criminal de Imperatriz, ele atua desde 2013 como assessor da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), se reportando diretamente ao chefe do Ministério Público do Maranhão, o procurador-geral Luiz Gonzaga Martins Coelho.

A magistrada, ainda segundo a imprensa local e nacional, é irmã de Janyr Carvalho de Araújo, assessora jurídica da SES e filha da sócia-majoritária da Clínica Eldorado, a pediatra Ideni Viana de Carvalho.

O pai da assessora jurídica da SES, o desembargador Jaime Ferreira de Araújo, já foi sócio do local e chegou a responder um processo no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Após a Seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) haver questionado a legalidade de um desembargador ter a sociedade em uma empresa, Jaime Ferreira transferiu a sociedade para um dos filhos e o processo foi arquivado.

Cerca de 1 milhão foram repassados dos cofres públicos do Estado pelo aluguel pela Clínica Eldorado, mesmo sem haver nenhum atendimento médico, já que, mesmo com o recebimento dos pagamentos, o prédio esteve fechado por cerca de um ano — tendo ainda o contrato sido renovado por mais dois anos, resultando em um custo adicional ao erário de pouco mais de R$ 2,1 milhões.

Orcrim
Para os membros do MP de Contas, “o conjunto probatório” produzido no âmbito da Representação “demonstra a existência de uma organização criminosa, dividida em setores de atuação, que se estruturou profissionalmente para a práticas de crimes de peculato, corrupção passiva, fraude em contratações, além das mais diversas formas de fraude”.

“Os fatos narrados pela imprensa denunciam uma rede de corrupção formada por membros do Poder Judiciário, servidores da Secretaria de Estado da Saúde e dirigentes da Clínica Eldorado”, diz trecho do documento.

“Ao arrepio dos princípios da legalidade, da moralidade e da economicidade, a empresa denunciada vem se beneficiando de recursos da saúde, mediante esquema de simulação de ‘contratos de locação’. (…) Neste ponto, e com objetivo unicamente patrimonial, o Governo do Estado do Maranhão vem favorecendo financeiramente a empresa denunciada, mediante o mecanismo de simulação de contratos de locação. Os supostos contratos de locação (modus operandi dos desvios de recursos públicos) servem para legitimar e justificar a enorme movimentação financeira em favor da empresa CLÍNICA ELDORADO”, destaca outro trecho.

Ainda segundo os procuradores, “este tipo de contratação tem ensejado fraudes das mais diversas modalidades. Para ilustrar: falso interesse público na contratação, empresas contratadas pertencentes às pessoas ou agentes públicos ligados ao governo, superfaturamento de preços, serviços não executados”.

Outro lado
À época da descoberta do aluguel camarada da Clínica Eldorado, o governo Flávio Dino emitiu nota onde negou irregularidades e garantiu que a locação de uma estrutura existente representou uma solução mais barata e mais rápida que a construção de um novo imóvel. Ainda de acordo com a gestão comunista, o valor da reforma seria descontado no aluguel.

Josimar Maranhãozinho informa ao TRE-MA que convenção do PR será realizada em conjunto com a de Flávio Dino

O deputado Josimar Maranhãozinho presidente do PR no Maranhão informou em ofício ao TRE MA representado pelo desembargador Ricardo Dualibe que o partido da República realizará convenção eleitoral estadual neste sábado 28 de julho.

O evento será em conjunto com a convenção que lança Flávio Dino e sua chapa ao senado na disputa  de 2018.

O que  afasta qualquer dúvida sobre um possível rompimento entre o PR e Flávio Dino. 

Veja o documento: 

Pesquisa Tabajara que aponta Flávio Dino imbatível vira piada nas redes sociais

A última pesquisa divulgada por veículos de comunicação ligados ao palácio dos leões não demorou para virar piada nas redes sociais. O governador Flávio Dino aparece imbatível com exatos 60% das intenções de votos, realidade totalmente diferente do que se vê e ouve nas ruas. Flávio Dino desde o começo de seu mandato tratou de castigar a população com aumento abusivo de impostos, apreensão e leilão de milhares de veículos com IPVA atrasado no estado. E não para por aí, os sucessivos escândalos de corrupção que quase culmina na prisão do secretário de saúde do Maranhão que até hoje segue sendo investigado pela PF por suspeita de saber de um roubo de quase 20

milhões da saúde do estado. Além disso um suposto esquema que foi montado por membros do PCdoB para espionar adversários políticos causou medo e pânico em toda população, a impressão que se tinha é que estávamos vivendo na Venezuela. Com tudo isso Flávio Dino insiste em dizer que está imbatível e que leva a eleição no primeiro turno. O povo sabe que isso é “Tabajara” primeiro que um dos nomes que mais crescem na disputa pelo governo do estado, o deputado Eduardo Braide foi excluído da pesquisa. Uma amostra da “seriedade” da pesquisa encomendada por órgãos de comunicação ligados ao governo.

Virou piada!