Após votarem a favor de Michel Temer deputados maranhenses tiveram quase 11 milhões de emendas liberadas em junho do ano passado

De acordo com dados da ONG Contas Abertas aponta que o governo federal liberou em junho do ano passado (2017) R$ 10,3 milhões (R$ 10.304.160,00) em emendas parlamentares aos três deputados maranhenses (Juscelino Filho – R$ 3,9 milhões, Hildo Rocha – R$ 3,8 milhões, Cleber Verde – R$ 2,4 milhões) que votaram a favor do presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), que votou contra o presidente, teve liberados no mesmo mês R$ 503 mil em emendas.
Na época a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou relatório contrário à aceitação da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer. Ao todo, 40 deputados votaram a favor de Temer. Esses parlamentares somaram R$ 134 milhões em empenhos para emendas só no mês de junho. Dos 40 votos a favor de Temer, 36 tiveram empenhos para emendas em junho, logo antes da votação.
O povo do Maranhão relembra agora que os deputados citados foram os três maiores defensores de Michel Temer.

Emenda de Roberto Rocha viabiliza incubadoras neonatais, aparelho de raio X e outros equipamentos para HRMI

O Hospital Regional Materno Infantil (HRMI) de Imperatriz recebeu nesta terça-feira (27), 266 novos e modernos equipamentos hospitalares, além de materiais permanentes, fruto de emenda individual do senador Roberto Rocha (PSDB-MA), no valor de R$ 891,9 mil. Desde junho de 2016, os recursos já estavam disponíveis no caixa do Fundo Estadual da Saúde, mas somente agora, quase dois anos depois, o governo do estado resolveu utilizar o dinheiro viabilizado pelo congressista maranhense.
Os recursos, segundo proposta apresentada ao senador, foram aplicados para compra de aparelho de raio X móvel de última geração, berços para recém-nascidos, incubadoras neonatais, monitores de multiparâmetros, camas hospitalares mecânicas de alta tecnologia, aparelho desfibrilador avançado, bisturi elétrico, mesa cirúrgica mecânica, cardiotocógrafo de ponta, entre outros que irão equipar as novas instalações da unidade de saúde.
Para o senador Roberto Rocha, o repasse da emenda para o HRMI pode representar um novo momento na saúde de Imperatriz e de municípios mais próximos. “Estamos materializando um sonho de transformar o hospital como um centro de saúde de referência e cuidado com as pessoas. Com equipamentos e aparelhos novos, a população será mais bem assistida e não precisará procurar atendimento em outras localidades mais distante”, disse.
O Hospital Regional Materno Infantil absorve pelo menos a população de 10 munícipios mais próximos de Imperatriz, sendo quatro no estado vizinho de Tocantins, totalizando uma população estimada de 335 mil pessoas na região. “A demanda cada vez maior nos traz a obrigação e a responsabilidade de aplicar emendas que visam atender melhor a saúde, evitando que seja negligenciado o direito à saúde e tratamento de doenças”, explicou o senador Roberto Rocha.