Gil Cutrim, um colecionador de escândalos no poder

Gilliano Fred Nascimento Cutrim, mais conhecido como Gil Cutrim advogado ex prefeito do município de São José de Ribamar, ex-presidente da Famem, e atual pré candidato a deputado federal.

O político que virou um verdadeiro colecionador de escândalos. O blog vai destacar uma série de escândalos que se envolveu o p candidato pelo PDT ao cargo de deputado federal.  Acompanhe:

 Gil Cutrim é acionado por improbidade administrativa 

segundo o MP-MA, em operação deflagrada pelo Gaeco que levou em conta irregularidades no contrato entre a Prefeitura de Ribamar e a Coopmar foi verificado que o endereço da Cooperativa era falso, além de obter farta documentação referente à montagem de processos licitatórios. O total de recursos movimentado em São José de Ribamar na gestão Gil Cutrim foi de R$ 15.774.269,82, em esquema direcionado principalmente a recursos da educação. O Ministério Público do Maranhão solicitou que a Justiça determinasse, em medida liminar, a indisponibilidade dos bens de todos os envolvidos incluindo o ex-prefeito até o limite de R$ 15 milhões, além de pagamento por danos morais coletivos a ser revertida ao Fundo Estadual de Proteção dos Direitos Difusos.

Gil Cutrim adquiriu bens com valores desproporcionais à sua renda

Com salário de R$17.194 foi possível adquirir quatro BMW, um Audi, um apartamento no edifício Murano na Península, um sítio em Ribamar e mais uma casa no condomínio The Prime. Como atesta o MP.

De acordo a descrição do Ministério Público, os bens acumulados de Gil Cutrim chegam próximo dos R$10 milhões. Só de imóveis mais de R$ 7 milhões foram gastos, o apartamento no prédio Murano vale R$ 6 milhões; um sítio, no bairro Maracajá, em São José de Ribamar, no valor de R$ 450 mil e mais uma casa no Condomínio The Prime, no valor de R$ 666.761,62 foram compradas durante o período que o pedetista esteve no comando da Prefeitura de São José de Ribamar.
No apartamento adquirido na Península, Cutrim dispõe de 587 m² de área privativa, guarita blindada e outra séries de comodidades.
  No ramo de automóveis, Gil também fez um grande investimento e mostrou-se um apaixonado por BMW. De acordo com o MP, em seu nome tem uma BMW no valor de R$400 mil. Porém, outros veículos também são de posse do ex-prefeito.

Gil Cutrim condenado no TRE

Ao identificar a concessão de benefícios fiscais em ano eleitoral realizada por Gil Cutrim, o Ministério Público Eleitoral (MPE) manifestou-se contra o provimento do recurso, que teve a condenação mantida julgamento pelo TRE, em 25 de janeiro de 2018, sendo acolhido apenas parcialmente com a adequação da multa aplicada ao
ex-prefeito de R$ 53.205,00 para R$ 21.282,00

Sucessivos escândalos 

A partir de hoje, o blog abre uma série mostrando as revelações do período em que Gil Cutrim foi prefeito, foram muitos escândalos para um politico tão jovem.

 Aguardem os próximos capítulos dessa novela repleta de “cenas” de luxúria e transviamento de recursos públicos.

 

 

Victor Mendes é investigado por ter supostamente desviado 4,8 milhões

Procedimento foi instaurado a partir de auditoria da STC na Sema. Autos foram encaminhados pelo STF para o 1º Grau da Justiça Estadual do Maranhão, em razão da restrição ao foro.

O deputado federal Victor Mendes (MDB) é alvo de inquérito por suposto dano de exatos R$ 4.858.886,00 (quatro milhões, oitocentos e cinquenta e oito mil e oitocentos e oitenta e seis reais) no erário estadual do Maranhão.

As investigações tramitavam no STF (Supremo Tribunal Federal) até essa segunda-feira 14, quando os autos foram enviados para a instância inferior pelo então relator, ministro Ricardo Lewandowski, em razão de decisão recente na Corte, de reduzir o alcance do foro privilegiado de deputados e senadores somente para aqueles processos sobre crimes ocorridos durante o mandato e relacionados ao exercício do cargo parlamentar.

O procedimento foi instaurado a pedido da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), a partir de auditoria especial realizada na Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema); no Fundo Especial do Meio Ambiente (Fema); e no Fundo Estadual das Unidades de Conservação (Feuc), para apurar irregularidades nas contratações, execuções e pagamentos feitos pela pasta no período de 1º de janeiro de 2011 a 31 de dezembro de 2014, e encaminhada à Corte pela Secretaria da Transparência e Controle (STC) do Maranhão.

Do período em que Mendes figurou como dirigente e ordenador de despesas da Sema, a STC apontou na auditoria irregularidades em contratos e pagamentos para as empresas Tramitty Serviços Ltda. – EPP e MS Informática e Consultoria, conhecida no mercado como Shap Consul. Ainda segundo a STC, durante o período auditado, foram encontradas irregularidades em diárias e adiantamentos.

 Antes de decidir pela remessa dos autos para o 1º Grau da Justiça Estadual do Maranhão, em dezembro do ano passado, Lewandowski já havia determinado a entrada da Polícia Federal no caso, para as diligências necessárias e solicitadas pela PGR, pelo período de 60 dias. A PF, inclusive, havia sido autorizada no início do mês passado, conforme requereu, pela dilação de prazo do inquérito policial por 60 dias.

AGORA LASCOU! 664 presos são beneficiados com saída temporária do dia dos Pais

A 1ª Vara de Execuções Penais da Comarca da Ilha de São Luís divulgou, nesta segunda-feira (6), Portaria que autoriza a saída temporária de 664 apenados para visita aos familiares em comemoração ao “Dia dos Pais”. A portaria, assinada pelo juiz titular Márcio Castro Brandão, observa que os beneficiados não poderão se ausentar do Maranhão, nem frequentar festas, bares e similares. A saída será a partir das 9h desta quarta-feira, 8, e o retorno será até às 18h da próxima terça-feira, dia 14. Os beneficiados devem se recolher às suas casas até as oito horas da noite.

O documento esclarece que os apenados beneficiados preenchem os requisitos dos artigos 122 e 123 da Lei de Execução Penal, que regulamenta, entre outros, as saídas temporárias. “Fica determinado ainda, que os dirigentes dos Estabelecimentos Prisionais da Comarca da Grande Ilha de São Luís deverão comunicar este Juízo até as 12 horas do dia 17 de agosto sobre o retorno dos internos e/ou eventuais alterações”, relata a Portaria.

Sobre a saída de presos, a VEP cientificou a Secretaria de Estado de Segurança Pública, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, Superintendência da Polícia Federal, Superintendência de Polícia Rodoviária Federal, e diretorias dos estabelecimentos penais de São Luís, para operacionalização das medidas estabelecidas na portaria.

LEGISLAÇÃO – A Lei de Execuções Penais (LEP), de 11 de julho de 1984, trata do direito do reeducando (condenado e internado) nas penitenciárias brasileiras e da sua reintegração à sociedade. Sobre a saída temporária de apenados, o artigo 122 dispõe: “Os condenados que cumprem pena em regime semiaberto poderão obter autorização para saída temporária do estabelecimento, sem vigilância direta, nos seguintes casos: Visita à família; Frequência a curso supletivo profissionalizante, bem como de instrução do 2º grau ou superior, na Comarca do Juízo da Execução; Participação em atividades que concorram para o retorno ao convívio social”.

Já o artigo 123 da mesma lei versa que “a autorização será concedida por ato motivado do juiz responsável pela execução penal, ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária e dependerá da satisfação dos seguintes requisitos: Comportamento adequado; Cumprimento mínimo de 1/6 (um sexto) da pena, se o condenado for primário, e 1/4 (um quarto), se reincidente; Compatibilidade do benefício com os objetivos da pena”.

Em parágrafo único, a LEP ressalta que ausência de vigilância direta não impede a utilização de equipamento de monitoração eletrônica pelo condenado, quando assim determinar o juiz da execução penal.

Quem Lembra? Carro do deputado Vinícius Louro foi apreendido em blitz na Litorânea

O episódio  ocorreu em julho de 2017

O deputado estadual Vinícius Louro (PR) teve o veículo apreendido por algumas horas na blitz da Polícia Rodoviária Militar (PRM), próximo à praça do Pescador, na Avenida Litorânea.

Segundo informações, o carro do parlamentar só foi liberado depois que um amigo foi buscar.

Apesar da blitz na Litorânea ter sido de bafômetro, não há informações se o deputado recusou-se fazer o teste ou se foi por conta do IPVA atrasado.

O certo é que Vinícius Louro está com seu possante BMW X5. Abaixo imagem do parlamentar ainda dentro do carro:

Deputado Vinicius Louro dentro do carro na blitz

Blog vai relembrar escândalos que marcaram a vida de figuras carimbadas da política Maranhense

Ao longo da semana o blog do Werbeth Saraiva vai trazer aos leitores uma série de escândalos que já envolveram parlamentares estaduais e federais Maranhenses.

O blog vai relembrar escândalos que envolveram figuras carimbadas da política do estado, alguns dessas sinecuras já esquecidas pela população.

Auditoria do Denasus em Carutapera entre 2009 e 2016 identificou irregularidades na saúde do município, MPF requer regulamentação

Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão conseguiu, na Justiça Federal, decisão liminar para que o município de Carutapera e a União regularizem e fiscalizem, respectivamente, os serviços de saúde no município, por conta da falta de infraestrutura das unidades de saúde e da ausência dos instrumentos legais do Sistema Único de Saúde (SUS), com prejuízo ao atendimento adequado da população.

Após solicitação do MPF, o Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (Denasus) efetuou fiscalização, de janeiro a agosto de 2016, que constatou várias irregularidades, entre as quais: a existência de divergências e inconsistências entre as informações contidas no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e o encontrado nas unidades de saúde do município de Carutapera; descumprimento da carga horária por médicos da Estratégia Saúde da Família e por cirurgiões dentistas da equipe de Saúde Bucal; deficiência na estrutura física, nos equipamentos (em estado de precariedade) e nos processos de trabalho nas unidades de saúde visitadas; equipes profissionais contratadas sem concurso público e sem contratos; quantidade de medicamentos nas Unidades Básicas de Saúde insuficiente para atendimento da demanda dos munícipes, sem dispensação de medicamentos para saúde mental.

A auditoria atestou a persistência de irregularidades antes já detectadas em outra fiscalização, realizada pelo Denasus no ano de 2009. No período, não houve adoção de providências suficientes pelos requeridos. Diante disso, a Justiça Federal determinou que o município de Carutapera deverá adotar todas as providências necessárias para corrigir as irregularidades apuradas no Relatório do Denasus, no prazo de 180 dias. A União deve promover fiscalização tanto dos recursos repassados pelo SUS, quanto do cumprimento integral dos deveres do município.

Sem licitação, governo Flávio Dino vai destinar R$97,5 milhões á EMSERH

R$ 97.545.768,48 (novecentas e sete milhões, quinhentos e quarenta e cinco mil, setecentos e sessenta e oito reais e quarenta e oito centavos). Esse é o valor exato que a Secretaria Estadual de Saúde (SES) vai destinar à Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), órgão ligado ao governo Flávio Dino, para a execução de gerenciamento de unidades hospitalares.

Segundo dados obtidos pelo Blog do Neto Ferreira, o contrato milionário foi celebrado sem licitação.

Por mês, a SES vai pagar R$ 8.128.814,04 (oito milhões, cento e vinte e oito mil, oitocentos e quatorze reais e quatro centavos).

De acordo com o Diário Oficial, a EMSERH ficará responsável pela operacionalização da gestão do Centro de Especialidade Médica de Barra do Corda, Centro de Especialidade Médica de Imperatriz, Hospital Aquiles Lisboa, Hospital de Paulino Neves, Hospital Geral de Barreirinhas e do Hospital Regional de Carutapera.

O contrato foi firmado em 20 de julho e tem validade de 12 meses.

Desembargador Luiz Gonzaga foi justo ao decidir pela recondução de Indalécio, prefeito legítimo, ao comando do Executivo.

Desembargador Luiz Gonzaga foi justo ao decidir pela recondução de Indalécio, prefeito legítimo, ao comando do Executivo.

A justiça aconteceu e trouxe alívio aos cidadãos nunesfreirenses, que de forma alguma podem aguentar mais uma troca repentina de prefeito. O desembargador Luiz Gonzaga Almeida Filho foi sábio e justo ao decidir, no dia 30 de julho, reconsiderar sua decisão inicial e, assim, reconduzir o prefeito legítimo, eleito com 7.995 votos (sete mil, novecentos e noventa e cinco votos), Indalécio Wanderlei Vieira Fonseca, ao seu cargo.

Além de aliviar e trazer alento para os cidadãos nunesfreirenses, que, repito, não aguentavam mais a mudança no Executivo, Luiz Gonzaga conseguiu fazer com que a supremacia popular fosse respeitada. Vale ressaltar, que em decisão de outrora o mesmo desembargador, decidiu que Indalécio fosse afastado para aguardar a perícia médica fora do cargo, esta marcada para uma data ‘X’ que logo depois foi adiada, não por decisão de Indalécio, que como todos sabem e percebem está bem e disposto, mas pode decisão da justiça.

Pronto para ser avaliado por qualquer junta médica, o prefeito eleito pelo povo só ficou sabendo do adiamento da perícia quando já se deslocava para fazê-la. Mesmo assim se prontificou a respeitar a justiça, como sempre fez ao longo da sua vida.

Senhores, o ato de reconsiderar sua decisão inicial, além de corroborar o que já havia decidido o então juiz da Comarca Aurimar de Andrade Arrais Sobrinho, quando também decidiu que o vice-prefeito retornasse para as suas funções de vice e que Indalécio aguardasse a perícia no cargo de prefeito, também reforçou que o voto, a decisão popular e a democracia ainda possuem valor nesse país tão carente de decisões justas.

E não reconsiderou à toa, o fez com base em laudos médicos, que também confirmaram as plenas condições cognitivas de Indalécio para a função que foi eleito, repito, por cerca de 7.995 nunesfreirenses.

Sem dúvidas, após uma decisão como esta, temos que dizer e reforçar a máxima de que a justiça tarda, mas não falha. Afinal de contas, quando se age pautado no certo não há possibilidade para as falhas, só nos resta parabenizar a Justiça brasileira por trazer paz aos cidadãos nunesfreirenses.

Agora, não se pode deixar de citar o fato do vice-prefeito, que não era parte interessada no processo, atualmente está recorrendo como parte interessada, querendo assumir o cargo de prefeito interino, mesmo com médicos afirmando que Indalécio está bem e apto. Como assim? Não são os médicos que devem dizer se o paciente está bom? Não são os eleitores que decidem na eleição quem deve ser prefeito da cidade?

Ora meus caros leitores as respostas para as duas perguntas já foram apresentadas.  Por laudos os médicos confirmaram a aptidão do Gago e por votos os eleitores confirmaram sua vontade. Há uma contradição no que disse e no que está fazendo atualmente o vice-prefeito, que outrora disse não ser médico para dizer se Gago poderia assumir ou não e agora não quer aceitar a decisão médica, tampouco a decisão do desembargador.

A população não consegue entender que vontade é essa de ocupar a cadeira de prefeito, não seria mais fácil e mais justo disputar as eleições em 2020?

Fernando Nascimento 

Prefeito afastado do cargo inúmeras vezes decide apoiar o filho do presidente do TJ do MA

Afastado diversas vezes do comando de São João do Caru pelas séries de atrocidades cometidas o prefeito Francisco Vieira garantiu que apoiará o filho do presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão. 

O Jovem Pará Figueiredo é filho do desembargador e presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão. 

A aliança de Pará com Xixico é totalmente “infrutífera” tendo em vista que o gestor é rejeitado por quase 90% da população do município que inclusive já se reuniram para linchar o prefeito que teve sua residência no município cercado de polícia para evitar que apanhasse da população. 

A insatisfação do povo de São João do Caru é explicada justamente pelos constantes atrasos nos salários de servidores, abandono da gestão, Xixico tem toda a câmara de vereadores do município como oposição.

A aliança de Pará Figueiredo filho do presidente do TJ com um prefeito da malha de Xixico todo “enrolado” com a justiça e afastado do cargo varias vezes tem dado o que falar nos bastidores da política local e estadual. 

Josimar Maranhãozinho deve anunciar Sarney Filho como segundo candidato ao senado apoiado pelo PR

O deputado estadual e pré candidato a federal Josimar Maranhãozinho que é presidente do PR no Maranhão deve anunciar nos próximos dias o nome de Sarney Filho como o segundo candidato ao senado apoiado pelo PR no estado. 

 Josimar que já declarou apoio recentemente ao pré candidato do palácio dos leões ao senado Weverton Rocha (PDT) e fez questão de “rifar” o nome de Eliziane Gama também pré candidata ao senador aliada do palácio dos leões. 

O blog foi informado que Alexandre Almeida candidato pela chapa de Roberto Rocha procurou a dias atrás maranhãozinho para um possível acordo mais a conversa não foi adiante. 

Josimar que é “velho” camarada de Sarney Filho deve mesmo garantir o nome de seu amigo nos próximos dias como seu segundo candidato ao senado. 

O blog vai confirmar em primeira mão.