Urgente ! Ex prefeita de paço do Lumiar é presa pela Polícia Federal .

Bia Arôso ex prefeita 
Foi confirmada que na manhã de hoje a ex-prefeita de Paço do Lumiar,  Bia Arôso, foi presa pela Polícia Federal. Não se sabe ainda os motivos que levaram a política para a prisão novamente e nem o nome da operação ou se outras pessoas foram presas com ela.
A ex-prefeita já se encontra no presídio de Pedrinhas. Aguardem mais informações…

Plácido Holanda manda os” babões fogueteiro dizer que ” incêndio de ônibus partiu da oposição “

O clima é de inconformidade do lado dos lideres da atual gestão municipal, mesmo em posse de fotos e registros do ônibus incendiado, aliados do atual prefeito evitavam a todo custo fazer publicações e tentaram por em prática uma verdadeira operação abafa-caso. Ao verem que a notícia do incêndio do ônibus havia se espalhado pela cidade e pelas redes sociais, o único jeito encontrado pelos mesmos para tentar se eximir dos erros foi de forma infantil jogar a culpa pelo incêndio na oposição. O problema é que a Prefeitura se omitiu de várias responsabilidades neste caso, listados abaixo:
A falta de manutenção em ônibus da frota foi a ponta do iceberg, algo que a gestão não assumiu. Moradores da comunidade afirmaram em conversa gravada que os problemas são constantes e que era de conhecimento dos alunos que aquele ônibus estaria com problemas mecânicos antes mesmo de quebrar naquele local;
A falta de uma pessoa para se responsabilizar pela guarda do veículo, evitando que o mesmo sofresse qualquer depredação ou avaria, no caso seria da prefeitura, outro erro que não foi assumido pela atual gestão do município, veja o que diz um trecho da Lei Orgânica:
O art. 61 diz: Ao prefeito compete, entre outras atribuições:
XXXIV- adotar providências para a conservação e salvaguarda do patrimônio municipal.

Neste caso, a prefeitura praticamente abandonou o veículo há 35 quilômetros da sede sem qualquer vigilante do bem público, já que não havia ninguém resguardando o ônibus, cabe agora ao Ministério Público apurar as responsabilidades, inclusive a conduta do prefeito neste caso, se houve ou não negligência por parte do poder executivo, o que ajudou a contribuir para o infeliz ocorrido que prejudicou diretamente os alunos que dependiam do veículo para transporte escolar.

Urgente !Justiça decreta liberdade , de investigados no maior ” rombo da saúde do Maranhão .”

O Tribunal Regional Federal da Primeira Regiãoa acatou pedidos de Habeas Corpus para o presidente do Idac, Antônio Aragão, e para mais dois outros membros do mesmo instituto, Walterlino Silva Reis e Marco Serra dos Santos. O quarto, Bruno Balby Monteiro, ainda não foi liberado. A decisão foi do desembargador federal Olinto Meneses.
Funcionários e o dirigente do Idac foram presos no dia 2 deste pela Polícia Federal em cumprimento  a uma determinação da Justiça Federal após investigações sobre as atividades do instituto entre os anos de 2014 a 2017, quando foram desviados cerca de R$ 18 milhões dos recursos da saúde do Maranhão.
Confirma abaixo a decisão do desembargador federal:

E agora Flávio Dino? LULA quer Sarney no senado em 2018.

José Sarney e Lula no Senado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) quer o retorno do também ex-presidente José Sarney (PMDB) ao Senado, pelo Estado do Amapá. O petista quer que o peemedebista entre na disputa eleitoral do próximo ano.

Lula enxerga que com ele na Presidência da República, Sarney é o único político de peso que pode sentar na presidência do Senado para enfrentar qualquer tipo de obstáculo que possa atrapalhar o poder político.

O Blog apurou que algumas pesquisas mostram José Sarney bem avaliado no cenário eleitoral. Ocorre que o atual governador do Amapá, Waldez Góes, a quem Sarney apoiou, está com um alto índice de rejeição. O que pode atrapalhar bastante.

As pesquisas apontam com uma grande vantagem o senador Davi Alcolumbre (DEM) como o próximo governador do Estado. Ele é pré-candidato ao governo e tem o apoio do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), adversário de Sarney no Amapá.

Luis Pablo

Bomba! Após repercussão de denúncias Governador Flávio Dino acaba com esquemas das famílias Sá e Hortegal no hospital da Baixada.

Após grande repercussão das denúncias que trouxeram a tona um esquema dentro o hospital Microrregional da Baixada Dr. Jackson Lado o governador Flávio Dino de imediato interviu acabando com a mamata da família da esposa do prefeito de Pinheiro, Thaisa Hortegal e do ex-vereador Leonardo Sá.
Na tarde desta sexta-feira (16) a Secretaria de Estado de Saúde lançou edital para contratação de empresas medicas para o hospital, acabando com o esquema criminoso instalado dentro da casa de Saúde pelas familiais Sá e Hortegal.  O blog fez um alerta ao Governador do Estado, Flávio Dino e ao Secretário de Saúde do Estado Carlos Lula, Entenda o caso!
“Não será admitida a participação de servidor ou colaborador do Instituto Acqua, assim como de empresas que tenham sócios, gerentes ou responsáveis técnicos que sejam servidores públicos do Estado do Maranhão”. 
O Instituto Acqua, que gerencia o Hospital Regional Dr. Jackson Lago, em Pinheiro, e a Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão (SES/MA) lançam o edital de chamamento público para contratação de empresas médicas para o hospital.
As empresas serão contratadas para prestação de serviços médicos nas seguintes especialidades: Anestesiologista, Cardiologista, Cirurgião Geral, Clínico Geral, Gastroenterologista, Intensivista, Mastologista, Nefrologista, Neurologista, Ortopedista, Pediatra, Radiologista e Ultrassonografista.
A diretora do Instituto Acqua e coordenadora do projeto no Maranhão, Paula Assis, explicou que os processos seletivos para contratação de equipes médicas estão sendo realizados da maneira mais transparente possível.
“Os contratos estão no período de vencimento e, para permitir ampla participação, publicamos a chamada em nosso site e em jornais de grande circulação do Maranhão. Desta forma esperamos atrair várias empresas, buscando assim preços vantajosos e serviço de qualidade à população atendida por esta unidade de saúde”, informa.
Segundo o edital, poderão participar do credenciamento os interessados que atendam a todas as exigências, inclusive quanto à documentação e requisitos mínimos de classificação das propostas. Além disso, não será admitida a participação de servidor ou colaborador do Instituto Acqua, assim como de empresas que tenham sócios, gerentes ou responsáveis técnicos que sejam servidores públicos do Estado do Maranhão.
De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a seleção de grupos médicos por meio de edital no Hospital Regional de Pinheiro integra a dinâmica de critérios técnicos, uma prioridade da gestão atual. “Assim como nas nossas outras unidades, estamos ajustando a seleção dos quadros técnicos, que tem passado a ser feitas, desde o início desta gestão, com base em processos seletivos, que estabelecem o rigor técnico que as atividades exigem. Inclusive para ter, na ponta, uma saúde de mais qualidade ao cidadão maranhense”, comenta o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula.

Os interessados devem acessar o site do Instituto Acqua (www.institutoacqua.org.br)a partir do dia 19 de junho para realização de credenciamento e posterior apresentação de proposta. O prazo encerra no dia 28 de junho.

Justiça suspende contratos milionários da Prefeitura de Imperatriz

O juiz da Vara da Fazenda de Imperatriz, Joaquim da Silva Filho, suspendeu dois contratos firmados entre a Prefeitura, que é comandada por Assis Ramos, e a Construtora Redenção Ltda- ME, que preveem a execução da coleta de lixo urbano e a locação de caminhões.
O magistrado já havia suspendido o acordo relativo à coleta de lixo, mas a Prefeitura conseguiu reverter a determinação, no entanto o mesmo foi suspenso novamente com a nova decisão.
As determinações atendem à ações impetradas pela empresa Brasmar Limpeza Pública, que atuou em Imperatriz nas gestão anterior.
De acordo com os editais, a Construtora Redenção ficaria responsável pela conservação, limpeza, segurança e transporte de natureza continua com alocação de mão de obra e receberia pelo serviço R$ 16 milhões. Além disso, iria locar caminhões com motorista para execução de serviços de manutenção em atendimento à demanda da SINFRA, no valor de R$ 18,5 milhões.
O juiz considerou ilegal tal situação afirmando que “a divisão de determinado serviço, habitualmente prestado por um único contratado, somente se justificaria se apresentadas vantagens técnicas e econômicas a justificar tal divisão. O que ocorreu no caso do Município de Imperatriz foi justamente o contrário. Enquanto a Brasmar era responsável por toda a mão de obra, o município tinha um gasto mensal de R$ 1.543.350,00 milhões. Enquanto que com a Construtora Redenção, com duas licitações, esse valor quase dobra e chega aos R$ 2.894.160,96 milhões”.
Caso a Secretaria de Infraestrutura do município decida manter os acordos contratuais será multada em R$ 100 mil.
O prefeito Assis Ramos ainda terá que proceder em caráter emergencial, num prazo máximo de 30 dias, a contratação de uma empresa especializada no ramo da limpeza pública, dotada de capacidade técnica, econômica e financeira, escolhida dentre as que atendam os requisitos da lei. Se não atender à determinação pagará R$ 100 mil em multa diária.
thumbnail_IMG-20170614-WA0002
thumbnail_IMG-20170614-WA0001
thumbnail_IMG-20170614-WA0000

Luciano Genésio segue “Aprontando em Pinheiro “

Apesar de apenas cinco meses à frente da Prefeitura de Pinheiro, Luciano Genésio já acumula inúmeras denúncias de sua desastrosa administração. A mais nova da gestão de Genésio é que uma “oficina mecânica” foi contratada para prestar serviços médicos no município.

O vereador Beto de Ribão denunciou na Câmara de Vereadores de Pinheiro que a gestão de Luciano Genésio firmou um contrato milionário com ADM. MÉDICA LTDA – ME, mas no endereço da contratada, funciona na verdade uma oficina mecânica, a “Pisca-Pisca”.
O valor do contrato foi de R$ 33.786.526,56 (trinta e três milhões, setecentos e oitenta e seis mil, quinhentos e vinte e seis reais e cinquenta e seis centavos), ou, R$ 2.815.543,88 (dois milhões, oitocentos e quinze mil, quinhentos e quarenta e três reais e oitenta e oito centavos) mensais, para que a contratada realize prestação de serviços médicos, ambulatorial e de atendimento móvel de urgência nas Unidades de Saúde de Pinheiro.
O problema é que a empresa ADM. MÉDICA LTDA – ME está cadastrada na Receita Federal como tendo a sua sede na cidade de Teresina (PI), na Avenida Miguel Rosa, 4827, bairro Macaubá, mas o endereço fornecido pela empresa em Pinheiro é exatamente onde funciona a oficina mecânica.
Diante dos graves fatos, o vereador Beto do Ribão levou a denúncia a Câmara de Vereadores e deve encaminhar a denúncia ao Ministério Público.
E olha que Luciano Genésio ainda está apenas no sexto mês de sua gestão, mas a avalanche de denúncias não para.

Em santa Luzia do Paruá, População se revolta contra péssima gestão de Plácido Holanda e ateiam fogo em Ônibus do Município.

De acordo com informes colhidos com os próprios moradores da localidade, a insatisfação com a atual gestão municipal é praticamente generalizada no que se refere ao descaso com o alunado da zona rural do município. O povoado Tatajubal fica localizado a cerca de 35 quilômetros da sede do município. De acordo com moradores ouvidos, não é a primeira vez que alunos daquele trecho ficavam desassistidos, o ônibus escolar incendiado inclusive apresentava problemas mecânicos e colocando em risco a segurança dos alunos transportados. As reclamações sobre o transporte escolar de alunos praticamente triplicou nos últimos dias. Há cerca de três semanas, alunos que se deslocavam em outro ônibus pela estrada do povoado Benedito Mendes, tiveram que descer do veículo que quebrou no meio do caminho e se deslocar a pé para a unidade de ensino. As denúncias seguem se acumulando e infelizmente essa é a atual realidade da educação em Santa Luzia do Paruá.

Caiu mais um ! Juíza eleitoral cassa mandato de prefeito e vice de São Raimundo das Mangabeiras

page
A juíza da 34º Zona Eleitoral do Maranhão, Lyanne Pompeu de Sousa Brasil, cassou o prefeito e o vice-prefeito de São Raimundo das Mangabeiras, Rodrigo Botelho Melo Coelho e Luiz Silveira Lima Júnior, respectivamente, pelo crime de compra de votos durante as eleições municipais de 2016.
Segundo os autos do processo, a captação ilícita de sufrágio aconteceu, pelo menos, quatro vezes.
Por determinação da magistrada, os votos concedidos à chapa de Rodrigo Coelho e Luiz Júnior foram anulados, e novas eleições deverão ser convocadas.
O prefeito e o vice deverão pagar uma multa de R$ 45 mil, cada um.
Diante do Exposto, JULGO PROCEDENTE a representação (art. 487, I, CPC), para: Reconhecer a prática do fato previsto no art. 41-A, da Lei 9.504/97, em relação aos representados RODRIGO BOTELHO MELO COELHO e LUIZ SILVEIRA LIMA JÚNIOR, ambos qualificados na inicial, decretando-lhes a CASSAÇÃO dos diplomas de Prefeito e Vice-Prefeito eleitos do Município de SÃO RAIMUNDO DAS MANGABEIRAS/MA no ano de 2016, declarando a nulidade dos votos por eles obtidos no aludido pleito (art. 222, do Código Eleitoral), aplicando ainda a multa de 45.000 (quarenta e cinco mil) UFIR¿s para cada um dos requeridos.