Polícia Federal deflagra operação contra pornografia infantil no Maranhão

foto-2
A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 25, a 2ª fase da Operação Glasnost, que combate a exploração sexual de crianças e o compartilhamento de pornografia infantil na internet. A ação cumpre mandados em 51 cidades de 14 estados brasileiros.
Foram expedidos três mandados de prisão preventiva, 72 de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento.
Até o momento, 11 pessoas tinham sido presas, sendo oito em flagrante e três preventivas.
Segundo a PF, a investigação teve como base o monitoramento de um site russo utilizado como uma espécie de “ponto de encontro” de pedófilos do mundo todo.
Os investigados produziam e armazenavam fotos e vídeos de crianças, adolescentes e até mesmo de bebês com poucos meses de vida, muitos deles sendo abusados sexualmente por adultos, e as enviavam para contatos no Brasil e no exterior.
As ordens judiciais estão sendo cumpridas no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Piauí, Pará e Sergipe.
A PF disse ainda que as investigações resultaram na identificação de centenas de usuários, brasileiros e estrangeiros, que compartilhavam pornografia infantil na internet, bem como de diversos abusadores sexuais e produtores de pornografia infantil, tendo sido identificadas, ainda, diversas crianças vítimas de abuso.
Primeira fase
A primeira fase da operação foi deflagrada em novembro de 2013. À época, foram cumpridos 80 mandados de busca e prisão e realizadas 30 prisões em flagrante por posse de pornografia infantil. Também foram identificados e presos diversos abusadores sexuais, bem como resgatadas vítimas, com idades entre 5 e 9 anos.
O nome da operação
O nome da operação é uma referência ao termo russo que significa transparência. “A palavra foi escolhida porque a maior parte dos investigados utilizava servidores russos para a divulgação de imagens de menores na internet e para realizar contatos com outros pedófilos ao redor do mundo”, explicou a PF.

Em Codó, detentos fazem “selfie” dentro de carceragem e divulgam na internet

Presidiários do Centro de Ressocialização de Codó, divulgaram, nesta semana, em redes sociais, imagens em que exibem “selfies” dentro da carceragem.
As imagens divulgadas mostram a fragilidade no sistema de segurança do estado, onde detentos tem acesso a celular com internet. E o pior: nunca ninguém sabe como os detentos tiveram acesso aos aparelhos.
De acordo com denúncias, no local não há fiscalização e a atenção por parte dos agentes penitenciários é miníma.
Nas imagens, os presos aparecem bem tranquilos e descontraídos como se a vida lá dentro estivesse muito boa. Um completo absurdo!

Roseana Sarney se encontra com Michel Temer em Brasilia.

Com poucos parlamentares em Brasília, o presidente Michel Temer recebeu alguns ministros nesta segunda-feira, 24, no Palácio do Planalto. Neste momento, Temer está reunido com a ministra da Advocacia-Geral da União, Grace Mendonça.
Mais cedo, às 13h, o presidente de se reuniu com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. A pasta está elaborando um programa de demissão voluntária para servidores públicos federais.
Na sequência, Temer esteve com o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) e também recebeu o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB).
As 16h30, o presidente teve encontro no Planalto com Torquato Jardim, ministro da Justiça e Segurança Pública. Às 17 h, recebeu Roseana Sarney, ex-governadora do Maranhão, a visita de Roseana a Michel deve ter sido para tratarem de assuntos políticos pertinentes a corrida eleitoral de 2018 que prova que Roseana deve ser a principal oposicionista de Flavio Dino e deve contar com toda equipe administrativa da republica para que seu projeto de certo.
Fonte; Istoe.com.br

Menor de 17 anos que se prostituía em bar de Santa Luzia do Paruá é resgatada pela PRF no km 150, às margens da BR-316

A ocorrência foi registrada por volta das 20h00 deste domingo (23), quando motoristas que transitavam pelo km 150 da BR-316 informaram os policiais da PRF que uma menor de idade estaria perturbando o trânsito na via, correndo inclusive o risco de ser atropelada. Após diligências, os policiais rodoviários localizaram a mesma que se encontrava visivelmente embriagada e transtornada. Aos policiais a menor de 17 anos alegou que havia sido surrada por uma mulher e que por conta disse estava tentando pedir socorro aos veículos que passavam na rodovia. Ao final, a menor fez uma revelação, declarou ser garota de programa e que se prostituía em um bar de Santa Luzia do Paruá onde também afirmou que diversas outras menores de idade eram aliciadas no local. Após a tomada do depoimento e o desejo da mesma em retornar para casa, esta foi levada para Santa Luzia do Paruá e deixada no RodoShopping (terminal rodoviário da cidade) para ser entregue a sua mãe M. V. S.
Cidade de verdade 

Atenção Ministério Publico,Em Santa Luzia Do Paruá Placido Holanda gastou mais de oitenta mil reais só no mês de maio com Hospedagens.

Placido Holanda
A prefeitura de Santa Luzia do Paruá  Administrada pelo  prefeito Placido Holanda firmou vários contratos no mês de maio com a empresa  PINHEIRO & MELO LTDA-ME todos com a finalidade de oferecer serviços de hospedagem, nos valores de:20.036,00 (vinte mil e trinta e seis reais) 32.008,00 (Trinta e dois mil e oito reais). 17.348,00 (dezessete mil trezentos e quarenta e oito reais).17.348,00 (dezessete mil trezentos e quarenta e oito reais). 
O valor de todos os contratos firmados entre a empresa e a prefeitura de Santa Luzia ultrapassam a casa dos 80,000,00 (oitenta mil reais) muito dinheiro publico gasto apenas com diárias m Hotel não acham?
Que o Ministério Publico investigue todos os contratos e verifique se o dinheiro publico esta sendo usado corretamente e se as finalidades estão servindo para a população no geral ou se apenas meia duzia estão sendo privilegiados.
empresa vencedora do contrato licitatório:
Nome Fantasia HOTEL SANTA LUZIA
Setor BARES E RESTAURANTES
CNPJ 06.929.458/0001-06
Atividade Primária (CNAE) HOTÉIS
Fundação 05/08/2004
Localização SANTA LUZIA DO PARUA – MA
Endereço AV PROFESSOR JOAO MORAES DE SOUSA , 328, NOS ALT DO CIM.PARUA
CEP 65.272-000
clique nas imagens dos contratos e tenha melhor qualidade.

Colisão entre carreta e veículo de passeio deixa uma pessoa ferida na BR-135

IMG-20170724-WA0006
Na madrugada de segunda-feira (24), ocorreu uma colisão transversal entre um automóvel e uma carreta, que resultou em uma pessoa ferida, danos materiais, no km 5 da BR 135, em São Luís,
O acidente aconteceu quando a carreta Volvo/FH 460 6X4T placa NXP 5155/MA executava operação de retorno para adentrar para um posto de abastecimento bem em frente ao local da ocorrência.
Ela foi colidida transversalmente por um automóvel Toyota Corolla XRS de placa OLL5500/MA que desenvolvia velocidade excessiva para o local.
As marcas de frenagem deixadas no asfalto pelo automóvel são de aproximadamente 70m. Segundo informações o condutor do passeio teve cortes e escoriações e foi socorrido por terceiros.
Até às 7h20 da manhã os veículos permaneciam sobre a via em razão da necessidade de guinchos mais possantes para desencacha-los, pois ficaram presos devido ao forte impacto. A previsão é que a retirada dos mesmos aconteça antes do meio dia.

Querendo Eleger o irmão deputado, Luciano Genésio vai assistir os professores do município paralisarem as atividades no segundo semestre em Pinheiro.

Dinele, presidente do SINPROSEMPI hoje sem credibilidade diante da classe ao lado do prefeito.
Traídos pelo prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, os professores do município de Pinheiro ameaçam não retornar para as salas de aula no segundo semestre.
Descontentes pelos descontos indevidos realizados no inicio da gestão e que nunca foram devolvidos como prometeu o prefeito à classe, o não enquadramento dos professores como prometido, o atraso da primeira parcela do 13º salário e principalmente pelo descumprimento de um acordo firmado no período de campanha, onde o prefeito prometeu que o secretário de Educação seria uma indicação do Sindicato, os educadores prometem encruzar os braços.
O SINPROSEMPI, hoje é presidido pela professora Dinele Ribeiro que perdeu a credibilidade diante da classe pela omissão e enfrenta grande rejeição dentro do sindicato e deve ser defenestrada do cargo.
Alguns professores atribuem à omissão do sindicato que em outros tempos já teria iniciado a greve, ao favorecimento pessoal de alguns ligados a direção que ocupam cargo na gestão do atual prefeito, ou seja, usam a classe em beneficio próprio deixando de lado os interesses dos demais associados.
O prefeito de pinheiro agora foge dos professores como o diabo foge da cruz. Foi marcada uma reunião com o prefeito para a última terça-feira (18) e sem explicação o chefe do executivo comunicou que não poderia comparecer.
O blog teve acessos a conversas no grupo do SINPROSEMPI que mostram o total descontentamento dos educadores com atual gestão.
Essa a situação que se encontra Pinheiro, e ainda assim Luciano sonha em eleger o irmão que nunca fez nada pelo estado do  Maranhão como deputado,pelo visto tem alguém pagando pela campanha antecipada do “Poderoso Genésio”

Continue conectado no mais acessado do Alto Turi Maranhense!

Continue bem informado, noticias a todo instante de  toda parte, se conecte ao mais acessado do Alto Turi Maranhense, “Polemica verdade” entre em contato pelo nosso e-mail werbethsaraiva97@gmail.com, ou pelo whattsap do blogger 98 984683934, mande suas denuncias sugestões e mais. 

PF conclui inquérito e não vê crime de obstrução de Renan, Jucá e Sarney

Investigação tinha por base gra
vações de delator, entre as quais a que Jucá fala em ‘estancar sangria’ provocada pela Lava Jato. Para PF, eventual intenção de barrar operação não configura crime.

Por Mariana Oliveira, TV Globo, Brasília

Relatório da PF não vê obstrução da Lava Jata por Renan, Jucá e Sarney

A Polícia Federal enviou nesta sexta-feira (21) ao Supremo Tribunal Federal relatório conclusivo da investigação sobre suposta tentativa de obstrução da Operação Lava Jato pelos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Romero Jucá (PMDB-RR) e pelo ex-senador e ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP).

No relatório, de 59 páginas, assinado pela delegada Graziele Machado da Costa e Silva, a Polícia Federal conclui que não houve crime de obstrução. Para a PF, a eventual intenção não pode ser considerada crime, e, portanto, os políticos não cometeram atos de obstrução da Justiça.

A PF avaliou gravações de diálogos feitas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, delator da Operação Lava Jato. Numa das conversas, com Romero Jucá, o senador sugere a mudança do governo a fim de viabilizar um pacto para “estancar a sangria” representada pela Lava Jato.

O inquérito foi aberto pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base na delação de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro.

“Não compreendemos existir elementos indiciários de materialidade do crime (…) haja vista que no espectro cognitivo próprio desta sede indiciaria, o conteúdo dos diálogos gravados e a atividade parlamentar dos envolvidos ou no período em comento não nos pareceu configurar as condutas típicas de impedir ou embaraçar as investigações decorrentes da Lava Jato”, diz o texto do relatório.

Da esq. para a dir.: Rena Calheiros, Romero Jucá e José Sarney (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil; Marcelo Camargo/Agência Brasil )

Arquivamento ou denúncia

Agora, o ministro Fachin vai encaminhar o relatório conclusivo da PF à Procuradoria Geral da República.

O procurador Rodrigo Janot poderá concordar com a PF e pedir o arquivamento do caso ou poderá discordar e denunciar os políticos mesmo assim.

Não há prazo para isso ocorrer, mas o caso só deverá ter andamento após o recesso do Judiciário, que termina no começo de agosto.

Janot pediu a investigação por entender que houve tentativa de comprometer a operação, em razão de fatos revelados na delação premiada de Sérgio Machado, que gravou conversas com os políticos.

‘Pacto’ contra a Lava Jato

Numa das gravações, Jucá sugere um “pacto” para barrar a Lava Jato. Mas, segundo a PF, as conversas não passaram de “meras cogitações”.

“As conversas estabelecidas entre Sérgio Machado e seus interlocutores, limitaram-se à esfera pré-executória, ou seja, não passaram de meras cogitações. Logo, as condutas evidenciadas não atingem, numa concepção exclusivamente criminal, o estágio de desvalor necessário à perfectibilizacao do delito em questão, que não prescinde, ao menos, de lesividade potencial”, diz o relatório.

Em outro ponto do documento, a delegada diz que a intenção de obstruir não basta para caracterizar um crime.

“Outro cuidado a ser percebido é que o simples desejo, intenção ou manifesta vontade de impossibilitar a execução ou o prosseguimento da investigação em realizado a organização criminosa, críticas, reclamações ou desabafos feitos a condição de determinada investigação, aos agentes investigadores e ou mesmo ao juiz, não bastam para caracterização do crime.”

Acordo de delação

O acordo de delação de Sérgio Machado foi assinado em maio do ano passado e homologado pelo então relator da Lava Jato, Teori Zavascki.

Com base nessa delação, Janot chegou a pedir a prisão de Jucá e Renan por obstrução de Justiça, mas o pedido foi negado pelo ministro do Supremo, que morreu num acidente de avião no começo deste ano.

O acordo de delação prevê que, caso seja condenado, a pena máxima de Machado será de 20 anos de prisão e que ele ficará primeiramente por 2 anos e 3 meses em regime fechado domiciliar com tornozeleira eletrônica, depois mais 9 meses em regime semiaberto devendo se recolher à noite, feriados e finais de semana, serviços à comunidade e pagamento de multa de R$ 75 milhões à Transpetro.

Machado não começou a cumprir a pena prevista no acordo, que é o benefício concedido a ele pelo Ministério Público, porque não foi condenado. Ele está atualmente em liberdade.

Machado já pagou R$ 56 milhões da multa prevista de R$ 75 milhões. Na semana passada, a defesa informou ao STF que ele pagará os outros R$ 19 milhões até 24 de novembro deste ano, como previsto no acordo.

Colaboração ‘ineficaz’

De acordo com o relatório, a PF entendeu que a colaboração de Sérgio Machado se mostrou ineficaz e, por isso, diz que o ex-presidente da Transpetro não é merecedor dos benefícios previstos na lei.

“A colaboração que embasou o presente pedido de instauração mostrou-se ineficaz, não apenas quanto à demonstração da existência dos crimes ventilados, bem como quanto aos próprios meios de prova ofertados, resumidos estes a diálogos gravados nos quais é presente o caráter instigador do colaborador quanto às falas que ora se incriminam, razão pela qual entende-se, desde a perspectiva da investigação criminal promovida pela Polícia Federal, não ser o colaborador merecedor, in casu, de benefícios processuais”, afirma a delegada.

Versões dos envolvidos

Veja abaixo o que disseram as defesas dos peemedebistas:

Renan Calheiros: “Foi uma decisão justa para mostrar que réus confessos e desesperados pela redução das penas não podem simplesmente acusar sem provas. Tive a intimidade violada por essas gravações armadas para tentar me incriminar. Saber que não conseguiram é um alento em meio a essa onda de denuncismo de bandidos”, afirmou por meio de nota a assessoria do parlamentar.
Romero Jucá: Por telefone, o advogado do senador Romero Jucá e do ex-presidente José Sarney disse que o trabalho da Polícia Federal foi muito bem feito e chegou à conclusão a qual eles defendiam desde o início. Disse ainda que espera que Sérgio Machado perca os benefícios da delação e que, tendo em vista o posicionamento da PF, espera o arquivamento do caso por parte do Ministério Público.
José Sarney: Por telefone, o advogado do ex-presidente José Sarney e do senador Romero Jucá disse que o trabalho da Polícia Federal foi muito bem feito e chegou à conclusão a qual eles defendiam desde o início. Disse ainda que espera que Sérgio Machado perca os benefícios da delação e que, tendo em vista o posicionamento da PF, espera o arquivamento do caso por parte do Ministério Público.

Bomba e Bomba! Em meio a demissões em massa de funcionários Zezildo Almeida Vai gastar Um Milhão e Meio de reais com propagandas


Em tempos de crise estamos acostumados em ver por nossas casas a contenção de gastos,ora se o preço das coisas que precisamos comprar para viver estão altíssimos, a inflação nas alturas, vivemos em uma sociedade onde o custo de vida esta nas alturas, oxalá se nossos governantes tivessem compostura e caráter para entender que ao se apropriarem dos bens públicos ficam com mais e disseminam a fome e todas as outras mazelas de um sistema capitalista tirano e arcaico, os prefeitos do Maranhão a exemplo gastam milhões com coisas consideradas fúteis a exemplo dos sérios problemas que estamos enfrentando como a fome que em nossas menores cidades ou interiores esta alastrada e preocupa a falta de investimento na saudê educação chega a espantar, leis que coíbem e fiscalizam os poderes, principalmente o executivo temos entre os órgãos mais competentes destaca se o Ministério Publico que -tem sido referencia em cuidar para que o erário publico não seja afanado”.
  Em Santa Helena por exemplo município administrado por Zezildo Almeida(PTB) eleito em 2016′ o descaso não tem sido pouco, o abandono e o relaxamento com a coisa publica chega ser notável de longe, como dizem,acredite se quiser mesmo em meio a truculenta crise que enfrentamos Zezildo mandou fechar contrato com uma empresa de PROPAGANDA que vai custar ao povo de Santa Helena o equivalente aos  1.500.000,00 (Um milhão e quinhentos mil reais) isso em referencia apenas a propaganda tudo para que o nome da administração seja difundido em todo o estado e não e de forma positiva que estamos vendo.
veja os detalhes do contrato licitatório.
ASSINATURAS: p/ Contratante: Eduardo Cássio Beckman Gomes/Secretário de Administração. p/Contratado AG 10 PROPAGANDA LTDA-EPP. Cloves Ribeiro Pereira Júnior/Sócio. Santa Helena – MA, 30 de maio de 2017. Publique – se.