AGORA! Ônibus tomba nas proximidades de Santa Luzia do Paruá

Um ônibus de turismo que trazia pessoas que mensalmente fazem compras fora do Maranhão, colidiu com um animal nas proximidades de Santa Luzia do paruá e capotou.

Segundo informações apuradas pelo
Blog, muitas pessoas se feriram no grave acidente. Ainda não é possível afirmar se houve vítimas fatais.
A qualquer momento mais detalhes…

Prefeita de São Vicente de Férrer é acionada por omitir informações

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 9 de outubro, Ação Civil Pública (ACP) por ato de improbidade administrativa contra a prefeita de São Vicente Férrer, Conceição Castro, e o secretário de Saúde do município, João Batista Castro, devido à omissão dos dois gestores em fornecer informações ao órgão ministerial.

Formulada pela promotora de justiça Alessandra Darub Alves, a ACP foi motivada por reclamação do Hospital da Criança de São Luís sobre a transferência de pacientes do Hospital Municipal de São Vicente Férrer para a unidade de saúde da capital.
A mulher
Em três ocasiões, nos meses de junho, julho e setembro deste ano, o MPMA tentou receber um retorno da prefeita Conceição Castro sobre a queixa do Hospital da Criança, mas a gestora não respondeu ao Ministério Público.

AMBULÂNCIA

Nos meses de junho e julho de 2018, a Promotoria de Justiça de São Vicente Férrer tentou obter uma resposta do secretário de Saúde, João Batista Castro, sobre a permanência de uma ambulância do município no pátio de uma oficina em Viana por mais de 30 dias. A prefeita também foi instada a se manifestar sobre a questão e, da mesma forma, não forneceu resposta ao MPMA.

Um ofício foi encaminhado ao secretário (que recebeu o documento pessoalmente) e nenhuma resposta do gestor foi enviada ao Ministério Público. O órgão ministerial também tentou, em outras três vezes, reforçar a solicitação e o titular da pasta de Saúde do município não foi encontrado em São Vicente Férrer.

GESTÃO

Como parte das apurações do Processo Administrativo nº 17/2018, com o objetivo de verificar se o Município de São Vicente Férrer está habilitado em Gestão Plena do Sistema Municipal de Saúde, o MPMA encaminhou (e reenviou) um ofício ao secretário. Além disso, houve mais três tentativas. De novo, não houve resposta ao MPMA.

Ciente da situação, a prefeita também não respondeu ao Ministério Público.

“A omissão da prefeita e do secretário de Saúde em responder as requisições do Ministério Público dificulta o controle da aplicação de verbas públicas e a análise da qualidade dos serviços da área de Saúde que estão sendo oferecidos aos cidadãos de São Vicente Férrer”, relata a promotora de justiça Alessandra Darub.

PEDIDOS

Na ação, o MPMA pede a condenação da prefeita Conceição Castro e do secretário de saúde, João Batista Castro, por improbidade administrativa, o que implica em punições como perda da função pública; ressarcimento integral do dano; suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco a oito anos e pagamento de multa civil até o dobro do dano.

Entre as penalidades estão a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

Gestão de Edvan Brandão é caótica em Bacabal

Após assumir a Prefeitura de Bacabal interinamente, o vereador Edvan Brandão (PSC) jogou os índices de desenvolvimento da cidade lá para baixo.

Durante a breve gestão do parlamentar, a população viu o município regredir nos setores de educação, saúde e infraestrutura.

Nas ruas, não é raro ouvir reclamações dos moradores. Uma das principais é que a economia já está quase parando, o comércio local anda às moscas.

Os hospitais estão precários, bem como as escolas, que não oferecem uma merenda de qualidade para os alunos, falta higiene nos banheiros, há carteiras quebradas por todos os lados. Um abandono total.

A situação em Bacabal é lamentável!

Edvan Bradão assumiu a Prefeitura de Bacabal após o prefeito eleito José Vieira ser cassado pela Justiça. Ele está concorrendo ao cargo de prefeito nas eleições municipais suplementares de 2018, que ocorrerá em 28 de outubro.

Ex Prefeito de Maracaçumé é condenado a devolver 9,2 milhões aos cofres públicos

Na sessão plenária desta quarta-feira (10), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) julgou irregular a tomada de contas da administração direta do gabinete do prefeito de Maracaçumé, José Francisco da Costa Oliveira, relativa ao exercício de 2011. Além do pagamento de multa no valor de R$ 111 mil, o gestor foi condenado a devolver aos cofres públicos um total de R$ 9,2 milhões, valores decorrentes de despesas não comprovadas. Cabe recurso da decisão.

Despesas sem comprovação também levaram ao julgamento irregular da tomada de contas da administração direta do gabinete do prefeito de Magalhães de Almeida, João Cândido de Carvalho Neto, exercício de 2013, com débito de R$ 2,6 milhões e multas no total de R$ 242 mil. Cabe recurso.

Na mesma sessão, o TCE julgou irregulares as contas do Fundo Municipal de Educação (FME) de Cantanhede (2011), de responsabilidade de Antonio Emetério Batista, José Martinho dos Santos Barros, Leles Lima dos Santos Ferreira e Manoel Erivaldo Caldas dos Santos, com débito de R$ 570,7 mil e multas no total de R$ 60 mil.

Foram julgadas irregulares ainda as contas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) do município de Presidente Médici (2012), de responsabilidade de Antonio Rodrigues Pinho, Francisco Otacílio Rodrigues Pinho e Neodir Paulo Fossati, com multa de R$ 21 mil.

Foram julgadas regulares as contas de Jacinto Pereira Sousa e Ricardo Araújo Torres (Fundo Municipal de Educação de Codó, 2011, com ressalvas); Leo Bruce Vieira Garcia (Fundo de Aposentadorias e Pensões de Duque Bacelar, 2011); Marlene Serra Coelho e Solimar Alves de Oliveira (Fundo Municipal de Assistência Social de Matões do Norte, 2012, com ressalva e multa de R$ 4 mil); Arenaldo Pereira Lima, Felix Adilton Gomes Costa e João Francimar de Carvalho Feitosa (Fundo Municipal de Saúde de São Raimundo das Mangabeiras, 2012, com ressalva e multas no total de R$ 14 mil); Maria José Curvelo, Maria Ozélia Duarte, Paula Francinete da Silva Nascimento e Ricardo Soares de Almeida (FMAS de Monção, 2012, com ressalva e multas no total de R$ 9 mil); Adriano Barroso Pereira e Leula Brandão (FMS de Newton Bello, 2012, com ressalva e multa de R$ 3 mil); Francisco Taveira Peixoto e Vanderlúcio Simão Ribeiro (FMS de São Pedro da Água Branca, 2013, com ressalva e multas no total de R$ 6 mil); Ivonete de Souza Ribeiro e Vanderlucio Simão Ribeiro (Fundo Municipal de Ação Social de São Pedro da Água Branca, 2013, com ressalva e multas no total de R$ 6 mil).

Entre as câmaras municipais, foram julgadas regulares as contas de Ronilson Araújo Silva (Primeira Cruz, 2014), Aldenicio Ribeiro Cavalcante (Graça Aranha, 2015) e Jair Alves dos Santos (Lago do Junco, 2015).

Também foram julgadas regulares as contas de Leula Pereira Brandão (Gabinete Civil de Governador Newton Belo, 2009, com ressalvas); Felipe Costa Camarão (Encargos Administrativos do Estado do Maranhão – SEGEP, 2015); Marcos Antonio Barbosa Pacheco (Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, 2015); Luiz Gonzaga Martins Coelho (Procuradoria de Justiça do Estado do Maranhão, 2016); Luiz Gonzaga Martins Coelho e Regina Lúcia de Almeida Rocha (Fundo Especial do Ministério Público Estadual, 2016); José Cândido Ribeiro Neto (FMS, Bacuri, 2011); Ana Gabriela Santos da Silva (FMAS, Timbiras, 2011, com ressalva e multa de R$ 3 mil); Edson Francisco dos Santos e Juacy Martins dos Santos Fonseca (FMAS, Lajeado Novo, 2013); Maria Deusdete Lima e Raimunda Damiana Pereira (FMS, Centro do Guilherme, 2013); Elsa Gomes Silva, Lindonelio Pereira Silva e Luciane Ribeiro Guterres (FMS, Monção, 2014); Ivaldo de Jesus Soares Barbosa e José Wellington Monteiro Pereira (18º Batalhão de PM de Presidente Dutra, 2015); Rodrigo Maia Rocha (Procuradoria Geral do Estado do Maranhão, 2016); Joel Fernando Benin (Instituto de Previdência dos Servidores do Estado do Maranhão – IPREV, 2017); Sueline Moraes Fernandes da Silva (Junta Comercial do Estado do Maranhão, 2012, com ressalva e multa de R$ 2 mil); José Irlan Souza Serra e Lucivaldo Barros da Cruz (FMS, Pedro do Rosário, 2013, com ressalva) e Darly Teixeira da Silva, Efigênia Aguiar Souza e José Aldo Ribeiro Sousa (FMAS, São João do Paraíso, 2014, com ressalva e multa de R$ 2 mil)

Valmir Amorim dá maioria absoluta de votos para seus candidatos em Araguanã

O Prefeito Valmir Amorim, juntamente com seu Sec. De Finanças Flávio Amorim agradecem a população Araguanense, pela expressiva votação em seus candidatos e parceiros de luta para o melhor do município e do Estado do Maranhão.

Onde seus candidatos lograram êxito em suas respectivas candidaturas.

Confira:

Zezildo Almeida dá maioria absoluta de votos para seus candidatos em Santa Helena

Os vitoriosos foram: Deputado Othelino Neto 3.645, Victor Mendes 3. 317, Senador Weverton Rocha 10.343, e o Governador Flávio Dino obteve 11.425 votos .
Os candidatos apresentados pelo Prefeito de Santa Helena receberam votação em massa da população helenense, tanto na cidade, quanto na zona rural.
Dezenas de reuniões e centenas de visitas individuais em residências foram feitas, o Prefeito explicou as propostas dos seus candidatos e a importância de eleger os que realmente têm compromisso com a população helenense.
Nos últimos dias de campanha o grupo realizou a maior carreata já vista em Santa Helena, fechando na certeza da vitória.
O prefeito Zezildo almeida saiu fortalecido com o resultado final no município.

BOMBA EM ZD! TV cidade de Zé Doca decreta falência e deve encerrar toda programação

Após humilhante derrota nas urnas de Zé doca o ex candidato a prefeito do município, Zé Costa do PT que é proprietário do principal órgão de oposição da gestão da irmã de Josimar Cunha, já mandou avisar que vai encerrar as atividades da “TV cidade,” em Zé Doca.

Segundo informações apuradas pelo blog do Werbeth Saraiva, o petista reuniu o pessoal e determinou que não voltem às suas atividades pois o mesmo não teria condições de manter a “estrutura.” 

 Programas novos iriam iniciar, teve apresentador que “correu” estreito para organizar patrocínios, porém ficou a “ver navios,” pois Zé Costa só deixou para noticiar a falência da emissora após as eleições. 

Com mais de 70% das urnas apuradas Detinha cunha se elege a deputada mais bem votada do Maranhão

Com mais de 70% das urnas apuradas no Maranhão, a ex prefeita de Centro do Guilherme Detinha cunha eleita deputada estadual mais bem votada do estado nas eleições de 2018.

Em Carutapera, ex presidiário não se conforma e deflagra série de fake news contra gestão em rede social

O ex presidiário Maurício Loureiro do município de Carutapera tenta a todo custa denegrir a imagem do prefeito do município.
E hoje, justamente hoje (07) dia das eleições.

O professor preso ano passado por dirigir carro roubado “armou” uma verdadeira artilharia de fake news contra a imagem do gestor.

A polícia federal precisa investigar o professor partidário que em período vedado reproduz uma série de “propaganda negativa” contra a gestão.
O TRE também precisa ser acionado.

#ELANUNCA relembra que Eliziane foi única deputada do MA que votou contra a regulamentação da vaquejada

A proposta que acaba com os entraves jurídicos para a realização das vaquejadas no Brasil foi aprovada sobretudo com votos de deputados do Nordeste e do Norte do País.

A vaquejada é a atividade na qual dois vaqueiros montados a cavalo têm de derrubar um boi, puxando-o pelo rabo. O relator da proposta, deputado Paulo Azi, argumentou contra a ideia de que a vaquejada representa maus-tratos contra os animais.

Um fato curioso é que no Maranhão dois candidatos ao senado divergiram os votos na época. O lider do PDT Weverton Rocha votou a favor dos vaqueiros e amantes do esporte amado em todo o pais, e ainda  convidou quem não conhece a vaquejada para ir ao Nordeste. “A prática da vaquejada e os circuitos geram emprego, renda e trazem entretenimento a essas regiões. Muitas práticas que representavam maus-tratos já não existem mais”, afirmou.

Já Eliziane Gama hoje companheira de chapa de Weverton na corrida para o senado votou contra a proposta que acaba com os entraves jurídicos para a realização das vaquejadas no Brasil.

E faltando dois dias para as eleições, uma “campanha” surge no Maranhão com o tema  #ELANÃO são milhares de vaqueiros e apoiadores do esporte em todo o estado que lembram de Eliziane Gama como única deputada do Maranhão a votar contra um esporte que gera tanta renda.