Em Zé Doca Homem é preso acusado de estuprar uma menina de 11 anos

Edison Moreira da Silva, o “Três Oi” de 26 anos, foi preso nesta quarta-feira (08) em cumprimento a mandado de prisão expedido pela justiça de Zé Doca. Ele é suspeito de estupro de vulnerável contra uma menina de 11 anos.
O crime teria acontecido no dia 13 de julho deste ano na rua Pau D’arco, no bairro São Francisco, na cidade de Zé Doca. Durante a madrugada, “Três Oi” e outro suspeito entraram na residência da criança munidos de arma de fogo e praticaram o estupro. Após o crime, a dupla ainda roubou uma caixa de som, um botijão de gás e um aparelho celular.
Os objetos roubados foram recuperados na casa de uma mulher identificada como Irinelza Silva da Cruz, que foi autuada por receptação no dia 24 de agosto.

PGJ investiga se Mazinho Leite foi o mandante do assassinato de Rolmerson Robson

A Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) do Maranhão instaurou um Procedimento Investigatório Criminal (PIC) para apurar se o prefeito de Cândido Mendes, José Ribamar Leite Araújo, o Mazinho, atuou como mandante do assassinato de Rolmerson Robson, à época secretário de Saúde do município.

Segundo fontes do ATUAL7 que tiveram acesso aos autos, as investigações relacionadas ao PIC foram abertas no dia 31 de julho último, por meio da Portaria 37/2018, aos cuidados da promotora de Justiça Geraulides Mendonça Castro, da Assessoria Especial de Investigação da PGJ. A delegação foi feita pelo chefe do Ministério Público estadual, promotor Luiz Gonzaga Coelho.

Foi expedida ainda a Portaria de Delegação 7911/2018, de atribuição aos integrantes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas).

O prazo para conclusão do procedimento investigatório é de 90 dias.

O caso

Então secretário de Saúde de Cândido Mendes na primeira gestão de Mazinho Leite, Rolmerson Robson foi executado a tiros no dia 21 fevereiro de 2014, em uma emboscada quando dirigia pela estrada que liga a sede da cidade ao povoado Águas Belas. Ele era secretário de Relações Exteriores da Grande Loja Maçônica do Estado do Maranhão e casado com a advogada Edna Maria Cunha de Andrade, apontada recentemente pelo Parquet, em uma denúncia envolvendo contratação de empresas de fachada e fantasmas, como a prefeita de fato do município.

Durante o velório de Rolmerson Robson, em São Luís, o prefeito disse acreditar que seria ele o verdadeiro alvo do atentado, e não seu então auxiliar. Segundo contou, os pistoleiros não teriam observado o momento em que ele havia deixado o veículo, uma Hilux, ficando ao volante o então secretário municipal de Saúde, além da advogada Edna Andrade e um contratado da prefeitura, identificado apenas como Nei. “Tudo indica que a trama deles era para me matar”, argumentou Mazinho, na época.

Rolmerson Robson foi morto com três tiros: um no ombro, outro no pescoço e o terceiro na nuca.
Atual 7

URGENTE! Bandidos que mantinham pessoas reféns em Santa Helena se entregam a polícia

Após varias horas de negociação com a presença de equipes de TV e de familiares, assaltantes que mantinham varias pessoas reféns dentro da agência dos correios de Santa Helena resolveram se entregar à polícia.

Segundo informações repassadas ao blog seria no total dois criminosos.

Suspeito de estuprar criança com paralisia cerebral é preso em Monção

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (26) João Batista Rocha Fernandes, de 27 anos, que é acusado de ter violentado sexualmente uma criança de seis anos de idade portadora de paralisia cerebral. O caso aconteceu no início da tarde de quarta (25) no Povoado Piquizeiro, zona rural de Monção, a 241 km de São Luís.

O caso foi comunicado ao Conselho Tutelar de Pindaré-Mirim, que acionou a polícia. Após investigação da Polícia Civil no local, João Batista foi encontrado em uma área de mato no Povoado Trizidela, também em Monção. O suspeito foi preso, autuado em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável e levado para a delegacia regional de Monção.