Assessor do prefeito de Turiaçu envolvido em polêmica é exonerado e se retrata em rede social

RETRATAÇÃO PÚBLICA QUE FAZ ROGÉRIO FONSECA CAVALCANTE À AUTORIDADES ESTADUAIS E MUNICIPAIS:
Em um dia deste ano de 2018 eu, Rogério Fonseca Cavalcante, em companhia de vários amigos de bebedeira começamos a ingerir álcool desde a manhã desse dia. Me alimentando pouco e bebendo muito a embriaguez veio rápido. Em hora avançada do dia teve alguma situação, que se eu disser que lembro os detalhes estaria mentindo, pois não lembro, nessa situação apertaram a tecla de áudio do meu celular em um grupo de Whatsapp de amigos e sob incitações desses “amigos” de álcool eu falei coisas indizíveis para qualquer pessoa pessoalmente e muito menos em rede social.

Hoje sou de certa forma surpreendido por consequências desse dia e dessas falas que bom eu jamais permitiria ser manipulado para proferir. Estarei me defendendo de acordo com os fatos verídicos acontecidos. Porém, deixando claro que jamais insultaria alguém, autoridade ou não, sem haver ardil, nesse caso os “amigos” manipulando as falas. Falas essas que jamais seriam ditas em estado de sobriedade.

Fui um dos eleitores do atual Governador Flávio Dino do PCdoB e sempre estou divulgando as obras realizadas em parceria com o município na Administração do Prefeito Umbelino Ribeiro que, inclusive me repreendeu administrativamente devido às repercussões dos tais áudios manipulados, apesar de saber claramente que jamais faria eu quaisquer conduta dessas de maneira voluntária. E eu o entendo em suas atitudes. Pois ele nada teve a ver com o ocorrido.

Acato as repriendas com toda humildade e estas são consequências do meu problema com álcool, que é de conhecimento público. Entretanto, não aceito que tais situações sejam a mim atribuídas como feitas de maneira voluntária, muito pelo contrário. O ordenamento jurídico brasileiro, bem como a doutrina e a jurisprudência são claros em considerar como INCONSCIENTES as atitudes realizadas sob efeito de álcool, imputando culpa, quando evidenciado, mas jamais dolo.

Retrato-me perante o Governador Flávio Dino, perante o Prefeito Umbelino Ribeiro e perante a quem mais tiver se sentido ofendido com os ditos áudios espalhados em grupos de forma involuntária e de maneira voluntária repassado por terceiros mal intencionados para dono de Blog fazer matéria ofensiva à minha pessoa e à outrem.
Rogério Cavalcante ainda afirmou ao blog que a mídia especulativa que gerou os áudios parte de uma minoria no município que deseja criar instabilidade entre o governo do estado e o município.

Deixe uma resposta