Agindo como “deuses” MPF tenta ouvir PM sem advogados e OAB-MA reage

Um grupo de advogados – alguns deles integrantes da Comissão de Prerrogativas da OAB-MA – entrou em conflito com os procuradores da República Juraci Guimarães Júnior e José Leite Filho depois de os dois, de acordo com a Ordem, terem tentado tomar o depoimento de um policial militar sem a presença dos seus defensores.

O caso aconteceu no sábado (7), na sede do Miistério Público Federal no Maranhão (MPF-MA), e parte do entrevero foi registrada em vídeo (nas imagens a seguir é possível ver o momento em que José Leite Filho ordena o fim da gravação).

Segundo apurou o Blog do Gilberto Léda, os procuradores oferecerem um acordo de delação premiada ao soldado Fernando Paiva Moraes Júnior, acusado de integrar a máfia do contrabando denunciada à Justiça Federal há pouco mais de uma semana (reveja).

A oitiva ocorreria na manhã de sábado, sem a presença dos advogados de Paiva, identificados como Paulo Renato Ferreira e Leonardo Quirino.

Os defensores, então, acionaram os membros da Comissão de Prerrogativas da OAB-MA, que, após pressão, conseguiram entrar na sala onde seria tomado do depoimento.

A tentativa de ouvir o acusado sem seus advogados e de impedir os membros da Comissão de Prerrogativas de entrar no MPF motivou o lançamento de uma nota de repúdio por parte da OAB-MA (leia aqui).

O blog procurou o MPF, via assessoria, ainda no sábado. Mas não obteve retorno até agora.

As informações são do blog do Gilberto leda

Deixe uma resposta