Mesmo a Policia Federal prendendo em flagrante capachos de Roberto do Posto comprando votos nas eleições de 2016, a justiça de Zé Doca ignorou as provas e agora o TRE-MA, deve decidir o destino do prefeito eleito em meio a compras escancaradas de votos!

Resultado de imagem para roberto do posto
Roberto do Posto

No interior do Maranhão os prefeitos “pintam e bordam ” e nada acontece, isso é fato, a justiça é inoperante, quando um juiz de primeira instância afasta um prefeito  não é motivo para se  preocupar pois sabe que é fácil conseguir uma liminar , em Governador Newton Bello por exemplo cidade administrada pelo prefeito Roberto do Posto, a polícia federal constatou que na eleição ouve a maior bandalheira da história do município, pessoas ligadas ao prefeito foram presas em flagrante pela Polícia Federal  comprando votos,o Ministério Público e a própria comarca de Zé Doca se fez de “cega e muda” em meio a tantas provas e achou que o prefeito não deveria perder o mandato mesmo em meio a vários elementos que comprovam que ouve deslealdade na campanha eleitoral, e que ouve excessivas compras de votos e demais donativos que favoreceram Roberto para que ganhasse as eleições, no município, todos esperavam uma decisão favorável ao povo e não ao prefeito, mais como os próprios aliados do prefeito falam na cidade que a justiça da comarca estaria “arrumada” sabe se lá Deus porque.
O que aconteceu foi que  consideraram que o Ministério Público e a polícia federal estavam equivocados, e que a compra de votos escancarada e o uso  ilegal do poder aquisitivo não levou Roberto a sair vencedor das eleições em 2016, o que chama atenção é justamente isso, a polícia federal está errada ? o Ministério Público está equivocado ? só a defesa do prefeito está correta ? no mínimo é estranho a decisão, e soa muito mau, nos últimos dias o blog foi informado que o processo já tramita no TRE-MA (Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão) e o que os aliados do prefeito falam na cidade é que a decisão em favor do mesmo já é dada como certa, sabe se lá por que, se isso acontecer o judiciário Maranhense estará manchando sua conduta ilibada diante de tantas provas no processo que pede afastamento do gestor, a população do município já perdeu a crença no judiciário e já passa a acreditar na história contada pelos aliados do gestor que dizem que ” o arrumadinho ” já está feito, resta agora o TRE-MA decidir sobre o processo e na decisão moralizar a justiça e fazer saber que a corte tem conduta ilibada e que os frutos da corrupção não chega na mesa das excelências os senhores desembargadores .

Deixe uma resposta