Operários da BMW fumam maconha e causam prejuízo milionário

Dois operários-montadores da fábrica da BMW em Munique (Alemanha) passaram mal em pleno expediente na manhã do último dia 3 de março.
Segundo o diário alemão Bild, eles aproveitaram uma pausa na linha de montagem de escapamentos para fumar maconha de origem sintética – bem mais poderosa que a erva natural.
Um deles também tinha bastante álcool no sangue, enquanto o outro teria tomado anfetaminas. Ambos acabaram desmaiando, e tiveram de ser atendidos pelo serviço médico, o que obrigou a linha de montagem de Munique (onde são feitos os Série 3 e Série 4) a uma interrupção de 40 minutos.
A interrupção teria provocado um efeito dominó em toda a planta. A BMW afirma que o prejuízo ficou na casa dos cinco dígitos, mas uma estimativa do próprio Bild diz que a interrupção deve ter um custo maior, de mais de 1 milhão de euros. Os dois operários eram de origem polonesa – um já foi demitido, enquanto o outro será realocado. Tem empresa? Saiba o passo a passo para anotar a demissão na carteira de trabalho – Patrocinado 
A unidade de Munique é uma das maiores da BMW na Europa, com aproximadamente 7.800 colaboradores de 50 países diferentes. Além dos Série 3 e 4, ela também fabrica motores a gasolina e diesel para todo o portfólio da marca.
Este conteúdo foi originalmente publicado no site da Quatro Rodas.

Deixe uma resposta